Atlético-MG vence o Coritiba por 2 a 1

Resultado deixa o time mais distante do rebaixamento no Campeonato Brasileiro e alimenta at a esperana de conseguir uma classificao para a Copa Sul-Americana

Atlético-MG vence o Coritiba por 2 a 1
Atlético-MG vence o Coritiba por 2 a 1 (Foto: PEDRO VILELA/Agência Estado)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

O Atlético Mineiro conseguiu deixar mais distante o risco de rebaixamento no Campeonato Brasileiro e começou até a alimentar esperança de conseguir se classificar para a Copa Sul-Americana ao derrotar o Coritiba por 2 a 1, nesta quinta-feira, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas (MG). Com o resultado, o time mineiro chegou a 42 pontos, ultrapassou o Bahia pelo número de vitórias e terminou a 35.ª rodada na 14.ª posição.

O Coritiba, por sua vez, permaneceu em 10.º na tabela de classificação do Brasileirão, com 51 pontos, e, apesar do resultado ruim, ainda mantém a possibilidade matemática de conquistar uma vaga na Copa Libertadores de 2012. Às 19 horas deste domingo, a equipe paranaense receberá o Santos, no estádio Couro Pereira, em Curitiba. Já o Atlético vai a São Paulo para enfrentar o líder Corinthians, no mesmo dia, mas às 17 horas, no Pacaembu.

O empate não interessava a nenhum dos times e ambos entraram em campo mostrando disposição para fazer uma partida ofensiva, mas com cuidado para não dar espaço ao adversário. No entanto, embalado pelo estádio lotado, o Atlético fez valer o fato de jogar em casa e conseguiu manter a bola no campo de defesa do Coritiba na maior parte do primeiro tempo.

E a torcida já começou a fazer festa aos 14 minutos, quando Bernard cruzou da esquerda e Eltinho, ao tentar tirar de cabeça, mandou para o próprio gol e só não marcou contra porque o capitão Jéci tirou em cima da linha. Cinco minutos depois, porém o grito que havia ficado entalado na garganta dos torcedores explodiu quando Neto Berola aproveitou passe rasteiro de Richarlyson e chutou cruzado para abrir o placar para os anfitriões.

O Coritiba não estava disposto a entregar o jogo e também deu trabalho à equipe alvinegra, principalmente com boas jogadas armadas por Rafinha. Em uma delas, o meia aproveitou uma bobeada da defesa atleticana e deixou Everton Costa na cara do gol dentro da pequena área, mas o atacante não conseguiu concluir. Na sequência, o Atlético se reorganizou. Voltou a pressionar o Coritiba e as boas defesas de Vanderlei impediram que os donos da casa ampliassem.

Apesar de estar na frente, o Atlético voltou para o segundo tempo mais uma vez pressionando os visitantes e tentando garantir os três pontos. A disposição era a mesma do lado do Coritiba, que precisava dos três pontos para ajudar a carimbar a passagem para a Libertadores, e o técnico Marcelo Oliveira chegou a trocar o volante Léo Gago pelo meia Tcheco para deixar o time mais ofensivo.

A alteração funcionou e, mesmo com alguma dificuldade de fazer a ligação com o ataque, o Coritiba passou a criar muito mais oportunidades, apesar de a maioria dos avanços não ter oferecido perigo real para o goleiro alvinegro, Renan Ribeiro. E o time paranaense mais avançado abriu espaço para contra-ataques do Atlético. E foi justamente em um lance destes aos 34 minutos que Leonardo Silva chegou até a intermediária e chutou sem muita força, mas a bola tocou em Emerson, enganou o goleiro Vanderlei e foi para o fundo das redes.

A persistência dos visitantes ainda foi recompensada. Aos 44 minutos, Leonardo deu uma passe sob medida para Bill, que partiu em velocidade, entrou na área e bateu cruzado para diminuir o placar. Porém, apesar da raça mostrada pelos jogadores do Coritiba, o Atlético se fechou e conseguiu segurar o resultado.

Ficha técnica

Atlético-MG 2 x 1 Coritiba

Atlético-MG - Renan Ribeiro; Serginho, Leonardo Silva, Réver e Richarlyson; Pierre, Fillipe Souto, Bernard e Renan Oliveira (Mancini); André (Magno Alves) e Neto Berola (Marquinhos Cambalhota). Técnico: Cuca.

Coritiba - Vanderlei; Jonas, Jéci, Emerson e Eltinho (Maranhão); William, Léo Gago (Tcheco), Davi (Bill) e Rafinha; Everton Costa e Leonardo. Técnico: Marcelo Oliveira.

Gols - Neto Berola, aos 19 minutos do primeiro tempo; Leonardo Silva, aos 34, e Bill, aos 44 minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos - Renan Oliveira (Atlético-MG); Rafinha e Emerson (Coritiba).

Árbitro - Gutemberg de Paula Fonseca (Fifa/RJ).

Renda e público - Não disponíveis.

Local - Arena do Jacaré, em Sete Lagoas (MG).

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email