Atlético-PR vence e deixa o São Paulo longe da Libertadores

Time paranaense ganhou por 1 a 0, mas no conseguiu deixar a zona de rebaixamento do campeonato. J o paulista estacionou nos 53 pontos

Atlético-PR vence e deixa o São Paulo longe da Libertadores
Atlético-PR vence e deixa o São Paulo longe da Libertadores (Foto: GERALDO BUBNIAK/Agência EstadoE)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

O Atlético-PR ganhou do São Paulo por 1 a 0, na noite desta quarta-feira, na Arena da Baixada, em Curitiba, pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado negativo aumentou o jejum são-paulino no estádio atleticano, onde o time paulista nunca venceu um jogo sequer - agora, já são nove derrotas e cinco empates desde que o local foi construído, em 1999.

Mesmo com a importante vitória desta quarta-feira, o Atlético-PR não conseguiu deixar a zona de rebaixamento do campeonato nesta 35ª rodada. Mas a equipe paranaense chegou aos 37 pontos e ganhou ânimo na luta para não cair para a Série B de 2012. Do outro lado, o São Paulo ficou estacionado nos 53 pontos, um pouco mais longe da briga pela vaga na Libertadores.

Como sempre faz na Arena da Baixada, o Atlético-PR começou o jogo tentando pressionar o São Paulo. E encontrou facilidade para atacar pelo lado direito, pois o técnico Emerson Leão desistiu do esquema com três zagueiros, mas manteve o meia Cícero improvisado na lateral esquerda. Assim, o atacante Guerrón criou as principais chances atleticanas naquele setor.

O gol do Atlético-PR não demorou para sair. Aos 10 minutos, o atacante Nieto fez uma excelente jogada, ao não tocar na bola após o passe do volante Marcelo Oliveira, deixando Guerrón livre para chutar forte e abrir o placar. O São Paulo tentou dar uma resposta rápida, logo no minuto seguinte, mas o goleiro Renan Rocha defendeu a boa finalização de Fernandinho.

Apesar da tentativa imediata de reação, o São Paulo sofreu para chegar ao gol do Atlético-PR. E Leão ainda foi obrigado a fazer uma mudança logo aos 25 minutos, quando o volante Carlinhos Paraíba sofreu contusão e foi substituído pelo também volante Casemiro. Enquanto isso, Cícero continuou sofrendo para marcar as investidas do equatoriano Guerrón pelo lado direito.

Além dos problemas defensivos, o São Paulo teve muitas dificuldades para atacar nesta quarta-feira. Luis Fabiano não jogou por causa de suspensão, enquanto Dagoberto foi barrado por Leão e ficou no banco de reservas. A dupla de ataque, portanto, foi formada por Fernandinho e Willian José, ambos sem muito brilho. Para completar, o meia Lucas teve uma noite apagada.

Assim, com facilidade para atacar e sem correr grande risco, o Atlético-PR ainda teve duas chances para ampliar o placar antes do final do primeiro tempo. Aos 30 minutos, o meia Paulo Baier quase marcou após cruzamento rasteiro na área, mas Rogério Ceni defendeu. E aos 35, Guerrón arriscou de longe e quase surpreendeu o goleiro do São Paulo, que fez uma difícil defesa.

No começo do segundo tempo, o panorama do jogo não mudou. Como o São Paulo ainda enfrentava muita dificuldade para atacar, Leão resolveu mexer novamente no time, mas deixou Dagoberto na reserva. Marlos entrou no lugar de Fernandinho, enquanto Rivaldo substituiu Casemiro, que tinha saído do banco para ocupar a vaga do contundido Carlinhos Paraíba durante a etapa inicial.

O Atlético-PR ainda teve uma grande chance aos 14 minutos, quando Rogério Ceni fez uma linda defesa na cabeçada do zagueiro Manoel, mas o São Paulo cresceu de produção depois das mudanças feitas por Leão. Tanto que criou uma boa oportunidade para empatar aos 19, com o chute do lateral-direito Jean que o goleiro Renan Rocha salvou com a ponta dos dedos.

Enquanto o Atlético-PR se fechou na defesa para tentar segurar o placar, o São Paulo tentou pressionar em busca do empate e até criou algumas chances. Na melhor delas, Lucas chutou forte da entrada da área, aos 29 minutos, mas Renan Rocha defendeu. Assim a vitória nesta quarta-feira foi mesmo do time paranaense, ampliando o jejum são-paulino na Arena da Baixada.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email