Audic Mota e Agenor Neto podem se filiar ao PSB

Depois de contrariarem as ordens do PMDB nas eleições para a presidência da Assembleia Legislativa, os deputados Audic Mota e Agenor Neto já discutem com o Palácio da Abolição novos rumos partidários. Uma das alternativas é o PSB, comandado pelo ex-peemedebista Danilo Forte

Depois de contrariarem as ordens do PMDB nas eleições para a presidência da Assembleia Legislativa, os deputados Audic Mota e Agenor Neto já discutem com o Palácio da Abolição novos rumos partidários. Uma das alternativas é o PSB, comandado pelo ex-peemedebista Danilo Forte
Depois de contrariarem as ordens do PMDB nas eleições para a presidência da Assembleia Legislativa, os deputados Audic Mota e Agenor Neto já discutem com o Palácio da Abolição novos rumos partidários. Uma das alternativas é o PSB, comandado pelo ex-peemedebista Danilo Forte (Foto: Rodrigo Rocha)

Ceará247 - O clima pesou no PMDB para os deputados Audic Mota e Agenor Neto. Ontem, eles contrariaram a decisão do partido e ajudaram a reconduzir Zezinho Albuquerque (PDT), candidato do Governo do Estado, à presidência da Assembleia Legislativa. Agora, eles já começam a discutir com Camilo Santana (PT) novos rumos partidários. 

Uma das opções viáveis é o PSB, que tem como comandante o deputado federal Danilo Forte, ex-PMDB. No segundo turno das eleições em fortaleza, os socialistas apoiaram a reeleição de Roberto Cláudio (PDT), aliado do Governo. 

Audic e Agenor poderão pedir ao presidente da Executiva Regional do PMDB, Eunício Oliveira, para liberá-los para mudar de partido. Caso contrário, correm o risco de enfrentarem ações judiciais por infidelidade partidária. Nas eleições da AL, o PMDB votou com Sérgio Aguiar (PDT), dissidente da base parlamentar do Governo.

(Com informações do Ceará Agora)

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247