CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Geral

Audiência Pública debate poluição no entorno do Porto do Pecém

As comissões de Meio Ambiente e de Desenvolvimento do Semiárido, de Saúde e Seguridade Social e de Indústria, Comércio, Turismo e Serviço promovem, nesta quarta-feira (8/7), às 14h30, audiência pública para discutir a operação da esteira transportadora da Termelétrica do Porto do Pecém, que vem causando danos ao meio ambiente e à população local

Imagem Thumbnail
As comissões de Meio Ambiente e de Desenvolvimento do Semiárido, de Saúde e Seguridade Social e de Indústria, Comércio, Turismo e Serviço promovem, nesta quarta-feira (8/7), às 14h30, audiência pública para discutir a operação da esteira transportadora da Termelétrica do Porto do Pecém, que vem causando danos ao meio ambiente e à população local (Foto: Rodrigo Rocha)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Ceará 247 - Os danos ao meio ambiente e à população da região do Porto do Pecém, causada pela operação da esteira transportadora da Telemétrica, é tema de debate em Audiência Pública nesta quarta (8/7). A discussão, promovida pelas comissões de Meio Ambiente e de Desenvolvimento do Semiárido, de Saúde e Seguridade Social e de Indústria, Comércio, Turismo e Serviço, acontece a partir das 14h30, no Complexo de Comissões Técnicas da Assembleia Legislativa.

Segundo o deputado Heitor Férrer (PDT), um dos requerentes do debate, a operação da esteira está gerando graves danos ao meio ambiente e à população da região, por conta da dispersão de materiais e a poluição sonora geradas no descarregamento de navios com carvão mineral.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

O deputado Audic Mota (PMDB), também solicitante da audiência, explica que o Ministério Público Federal no Ceará (MPF/CE) já havia recomendado que a Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace) suspendesse a licença de operação da esteira, pois a fiscalização feita por órgãos ambientais do Estado constatou que o funcionamento do equipamento tem provocado danos ao meio ambiente.

“Diante da constatação, um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) já foi firmado, entre a Semace e a MPX ,viabilizando a utilização da esteira com a condição de que a empresa apresentasse uma solução técnica para a resolução dos problemas”, ressalta Audic Mota. Entretanto, segundo ele, nenhuma medida foi tomada pela empresa.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Foram convidados para o debate os representantes do Ministério Público Federal, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), Semace, Associação do Meio Ambiente do Pecém, Empresa Porto do Pecém Geração de Energia, Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), entre outros.

 

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO