HOME > Geral

Audiência pública vai discutir incentivo a novas termoelétricas

Requerimento com o pedido da audiência foi apresentado hoje, pela deputada Dra. Silvana, na reunião da Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável. No último dia 18 de fevereiro, a comissão já havia feito uma discussão sobre o projeto com o professor da UECE, Alexandre Araújo Costa

Requerimento com o pedido da audiência foi apresentado hoje, pela deputada Dra. Silvana, na reunião da Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável. No último dia 18 de fevereiro, a comissão já havia feito uma discussão sobre o projeto com o professor da UECE, Alexandre Araújo Costa (Foto: Fatima 247)

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Ceará 247 - A Comissão Meio Ambiente e Desenvolvimento do Semiárido da Assembleia Legislativa aprovou hoje a realização de uma audiência pública para discutir a mensagem nº 7.953/16, do Governo do Estado, que trata da redução da base de cálculo do ICMS nas operações internas relativas a gás natural destinado à novas Usinas Termoelétricas que venham a se instalar no território cearense. Segundo o projeto encaminhado pelo governo à Assembleia em janeiro deste ano, o objetivo é "incentivar a instalação de usinas termoelétricas no Ceará para ampliar a capacidade produtiva energética do estado. A mensagem propõe a redução de 58% da base de cálculo do ICMS do gás natural para as usinas vencedoras de leilão de energia realizados pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), no período de janeiro de 2016 à dezembro de 2018.

O requerimento para a audiência pública foi proposto pela deputada Dra. Silvana (PMDB). O projeto encontra forte resistência da oposição e deve gerar muita polêmica. A Comissão já havia discutido o projeto na sessão ordinária do dia 18 de fevereiro com a participação do Professor da UECE, físico Alexandre Araújo Costa.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista: