Avaliação negativa de Haddad sobe para 56%

De acordo com pesquisa Ibope encomendada pela Rede Nossa São Paulo e Fecomércio, divulgada nesta terça-feira 19, a gestão do prefeito de São Paulo é considerada ruim ou péssima para 56%; há 12 meses, o índice era de 40%; o prefeito virou alvo de críticas depois de ter adotado medidas polêmicas na cidade, como as ciclovias, as faixas exclusivas para ônibus, a redução de velocidade em marginais e principais vias e ainda o fechamento para lazer da Avenida Paulista aos domingos

www.brasil247.com - De acordo com pesquisa Ibope encomendada pela Rede Nossa São Paulo e Fecomércio, divulgada nesta terça-feira 19, a gestão do prefeito de São Paulo é considerada ruim ou péssima para 56%; há 12 meses, o índice era de 40%; o prefeito virou alvo de críticas depois de ter adotado medidas polêmicas na cidade, como as ciclovias, as faixas exclusivas para ônibus, a redução de velocidade em marginais e principais vias e ainda o fechamento para lazer da Avenida Paulista aos domingos
De acordo com pesquisa Ibope encomendada pela Rede Nossa São Paulo e Fecomércio, divulgada nesta terça-feira 19, a gestão do prefeito de São Paulo é considerada ruim ou péssima para 56%; há 12 meses, o índice era de 40%; o prefeito virou alvo de críticas depois de ter adotado medidas polêmicas na cidade, como as ciclovias, as faixas exclusivas para ônibus, a redução de velocidade em marginais e principais vias e ainda o fechamento para lazer da Avenida Paulista aos domingos (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News

SP 247 – A avaliação negativa da administração do prefeito Fernando Haddad (PT) subiu de 40% para 56% em 12 meses, de acordo com pesquisa Ibope encomendada pela Rede Nossa São Paulo e Fecomércio, divulgada nesta terça-feira 19.

É a pior avaliação negativa da série histórica. Na pesquisa divulgada no ano passado, a gestão Haddad tinha 15% de aprovação "ótima" ou "boa", 45% de avaliação "regular" e 40% de "ruim" ou "péssima".

No levantamento atual, caiu de 15% para 13% os que consideram "ótima" ou "boa" a gestão municipal. E os que avaliam o governo do petista como "regular" passaram de 45% para 31%. A foi realizada entre os dias 30 de novembro e 18 de dezembro com 1.512 moradores da capital.

O prefeito virou alvo de críticas depois de ter adotado medidas polêmicas na cidade, como as ciclovias, as faixas exclusivas para ônibus, a redução de velocidade em marginais e principais vias e ainda o fechamento para lazer da Avenida Paulista aos domingos.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email