CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Geral

Baiano entre indiciados pelo “golpe da creche”

Ex-deputado federal Raymundo Veloso (PMDB) e outras 20 pessoas foram indiciadas no principal inquérito do chamado "golpe da creche", fraudes na folha de pagamento da Câmara com uso de funcionários fantasmas

Baiano entre indiciados pelo “golpe da creche” (Foto: Divulgação)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Bahia 247

A chefe de gabinete do deputado Sandro Mabel (PMDB-GO), Maria Solange Lima, e outras 20 pessoas foram indiciadas no principal inquérito do chamado "golpe da creche", fraudes na folha de pagamento da Câmara com uso de funcionários fantasmas. O indiciamento foi feito pela Polícia Legislativa da Câmara, no inquérito 17/09, apontando funcionários e ex-funcionários do Congresso pelas práticas de formação de quadrilha e estelionato. Eles estavam lotados nos gabinetes de Mabel e do ex-deputados Raymundo Veloso (PMDB) e Irapuan Teixeira (PP-SP).

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

O relatório policial está na Justiça Federal depois de três anos de aberto o inquérito. A demora se deveu à espera de um laudo de exame grafotécnico nas assinaturas de deputados para saber se eles tinham participação nos crimes. Como mostrou o Congresso em Foco, identificaram-se 83 assinaturas falsas de Mabel e uma verdadeira, o que fez o Ministério Público enxergar "indícios" de sua participação no caso. Os ex-deputados Raymundo Veloso (PMDB-BA), com "diversas assinaturas" confirmadas pelo exame do Instituto Nacional de Criminalística (INC) da Polícia Federal, e Irapuan Teixeira (PP-SP) também têm indícios de participação, ainda de acordo com a Procuradoria.

 

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Carregando...

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Carregando...

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO