Baldy anuncia retomada de obras de habitação em Senador Canedo

O ministro das Cidades, Alexandre Baldy, usou as suas contas no Facebook e Instagram para anunciar a retomada das obras do residencial Santa Edwirges, em Senador Canedo; Baldy liberou R$ 5 milhões para conclusão do projeto; o residencial Santa Edwirges é formado por 432 apartamentos; a construção dele foi contratada em 19 de abril de 2013, mas paralisada em função da turbulência política e econômica pela qual o Brasil passou; no vídeo que postou para anunciar a notícia, Baldy disse que o ex-prefeito de Senador Canedo Vanderlan Cardoso e o pré-candidato a deputado federal Adriano Avelar lutaram muito pela retomada da obra

Baldy anuncia retomada de obras de habitação em Senador Canedo
Baldy anuncia retomada de obras de habitação em Senador Canedo

Goiás 247 - O ministro das Cidades, Alexandre Baldy, usou as suas contas no Facebook e Instagram para anunciar a retomada das obras do residencial Santa Edwirges, em Senador Canedo. Baldy liberou R$ 5 milhões para conclusão do projeto.

O residencial Santa Edwirges é formado por 432 apartamentos. A construção dele foi contratada em 19 de abril de 2013, mas paralisada em função da turbulência política e econômica pela qual o Brasil passou. No pequeno vídeo que postou para anunciar a notícia, Baldy disse que o ex-prefeito de Senador Canedo Vanderlan Cardoso e o pré-candidato a deputado federal Adriano Avelar lutaram muito pela retomada da obra.

Cerca de 400 mil unidades habitacionais que foram paralisadas desde 2014 - seja por causa da crise política ou da crise econômica - tiveram obras reiniciadas na gestão Baldy. O ministro também determinou a construção de mais 600 mil moradias, totalizando cerca de 1 milhão de casas que devem ser entregues só em 2018.

Além de construir os conjuntos habitacionais, o ministro reservou mais R$ 800 milhões para construir os equipamentos sociais para atender os beneficiários do Minha Casa, Minha Vida, como creches, escolas, postos de saúde e linhas de transporte coletivo. “A gente parte do entendimento de que não adianta só entregar a casa. Tem de haver qualidade de vida naquele local”.

A política habitacional comandada por Baldy também tem um componente importante na economia, que vive momento de recuperação. Estima-se que cada casa em construção gere 1,5 novo emprego. Ou seja: com 1 milhão de moradias que o Ministério das Cidades pretende entregar neste ano, 1,5 milhão de empregos serão gerados.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247