Band demite comentarista por ter passado petista

Rud Ricci fazia comentrios polticos diariamente na BandNews FM de Belo Horizonte. Nunca havia sido acusado de anlises parciais, mas seu passado como dirigente do PT foi dado como razo da demisso. Depois de receber o apoio de polticos do PT e do PSDB, a Band o chamou para nova conversa

Band demite comentarista por ter passado petista
Band demite comentarista por ter passado petista (Foto: Divulgação)

Minas 247 - O sociólogo, mestre em Ciências Políticas e doutor em Ciências Sociais, Rudá Ricci, fazia comentários políticos diariamente na rádio BandNews de Belo Horizonte. Fazia, até que foi chamado para conversar pelo diretor geral da Band Minas, José Saad Dualibi. Recebeu o recado que sua coluna diária seria suspensa. “Por quê?”, quis saber Ricci. Meio constrangida, foi dada a resposta que o seu “passado como dirigente petista” era o motivo.

O sociólogo, que presta consultoria a vários partidos políticos e governos de todas as correntes, não aceitou o motivo alegado. “É censura”, disse aos dirigentes da Band. Em seu blog, postou uma nota a respeito. “Não lutei contra a ditadura para um rapaz se arrogar o direito de me censurar. Não há uma única coluna de minha parte em que tenha cometido qualquer erro dessa natureza, apoiando partido ou candidato”, disse Ricci. 

A reação foi imediata. Recebeu logo várias manifestações de apoio. Políticos como os deputados estaduais Rogério Correia e Durval Ângelo, ambos do PT, e o deputado federal Marcus Pestana, presidente do PSDB em Minas, prestaram solidariedade. No Facebook e Twitter, as citações multiplicaram por cinco os acessos a seu blog.

A repercussão não era esperada pela Band Minas, que chamou o cientista político para nova conversa na sede da avenida Raja Gabaglia, em Belo Horizonte, nesta sexta-feira. Nova conversa, desta vez com menor ênfase por parte da emissora. Ricci não quis dar detalhes da conversa, desta vez com o diretor de jornalismo da Band no estado, Teodomiro Braga. Teodomiro, que foi diretor de redação do jornal O Tempo e assessor do então candidato à presidência José Serra em 2002, foi mais cordial na conversa com Ricci. Alegou que houve um “mal entendido” e que a decisão de afasta-lo temporariamente, até as eleições, não se devia a posições políticas passadas.

Ao 247, entretanto, o sociólogo diz que ficou ofendido com a forma como foi tomada a decisão e o motivo alegado. “Quero um pedido de desculpas da Band Minas”, afirma.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247