Base aliada de Renan Filho deve ter retorno de Lessa

Com cargos no primeiro escalão do prefeito de Maceió, Rui Palmeira (PSDB), a quem apoiou na eleição municipal do ano passado, o deputado federal Ronaldo Lessa (PDT) está de malas prontas para entrar na base do governador Renan Filho; o motivo seria a indecisão do grupo do prefeito sobre quem será o candidato ao governo para enfrentar Renan

Com cargos no primeiro escalão do prefeito de Maceió, Rui Palmeira (PSDB), a quem apoiou na eleição municipal do ano passado, o deputado federal Ronaldo Lessa (PDT) está de malas prontas para entrar na base do governador Renan Filho; o motivo seria a indecisão do grupo do prefeito sobre quem será o candidato ao governo para enfrentar Renan
Com cargos no primeiro escalão do prefeito de Maceió, Rui Palmeira (PSDB), a quem apoiou na eleição municipal do ano passado, o deputado federal Ronaldo Lessa (PDT) está de malas prontas para entrar na base do governador Renan Filho; o motivo seria a indecisão do grupo do prefeito sobre quem será o candidato ao governo para enfrentar Renan (Foto: Voney Malta)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Por coluna Labafero;cadaminuto.com.br - Está decidido. O ex-governador Ronaldo Lessa vai migrar para a base do governador Renan Filho. A indecisão sobre quem do grupo Rui Palmeira será candidato ao governo, e a necessidade de iniciar sua campanha para a reeleição fizeram o ex-governador tomar a decisão.

Lessa vai indicar o secretário de desenvolvimento e turismo e descarta completamente qualquer “aventura” ao Senado. Bom para o senador Renan Calheiros.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email