BB anuncia queda de taxas de fundos de investimentos

Taxas caem at 40%; Caixa Econmica Federal tambm apresenta novos cortes, para operaes de financiamento de veculos, Construcard e penhor

BB anuncia queda de taxas de fundos de investimentos
BB anuncia queda de taxas de fundos de investimentos (Foto: Divulgação)

247 com Agência Brasil - O Banco do Brasil (BB) anunciou redução de até 40% nas taxas de administração de nove fundos de investimento. As novas taxas entram em vigor no dia 21.

O banco também informou que, a partir de hoje (10), os clientes que aderirem aos pacotes de serviços Bom pra Todos terão aplicação mínima reduzida de R$ 50 mil para R$ 1 nos fundos BB Referenciado DI LP 50 mil e BB Renda Fixa LP 50 mil. Esses fundos têm taxa de administração de 1% ao ano.

Segundo o banco, com patrimônio superior a R$ 11 bilhões, os dois fundos têm rentabilidade e liquidez diárias e podem ser movimentados por meio de vários canais de autoatendimento do BB (terminais, internet, celular, tablet, central de atendimento e agências). “As medidas decorrem do novo cenário de taxas de juros e spreads [diferença entre taxa de captação dos recursos pelo banco e a cobrada dos clientes] reduzidos”, diz a nota do Banco do Brasil.

O banco também reduziu os valores de aplicação inicial em 18 fundos de investimentos, “o que indiretamente implicará a melhor rentabilidade para os investidores, além de facilidade no acesso a opções com menores valores.”

O programa Bom pra Todos foi lançado em 8 de abril, com redução de taxas de juros de linhas de crédito. Depois de lançamento, o BB anunciou novos cortes de taxas e outras medidas relacionadas ao programa.

Caixa Econômica

A Caixa Econômica Federal também anunciou, nesta quinta-feira 10, outro corte nas taxas de juros para pessoas físicas e empresas. No que diz respeito aos consumidores, as reduções valem para operações de financiamento de veículos, Construcard e penhor. No caso das empresas, o corte abrange taxas de cheque especial e antecipação de recebíveis de cartões de crédito.

O financiamento para a compra de novos veículos passa de 0,89% ao mês a 1,55% ao mês para 0,89% ao mês a 1,26% ao mês, com cota de financiamento de até 70% do valor do bem. No Construcard, a taxa (que antes era única, de 2,40% ao mês) passa a ter mínima de 1,96% ao mês e máxima 2,35% ao mês. No empréstimo de penhor, as taxas, que eram de 2% ao mês a 2,40% ao mês, foram unificadas para 1,70% ao mês para todos os clientes.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247