BBC já questiona capacidade do Brasil para Copa

Rede britânica sugere que os eventos esportivos devem aumentar a pressão sobre o governo brasileiro para reforçar as normas de segurança e a fiscalização de locais públicos; megaevento que marcaria a contagem regressiva de 500 dias para o Mundial foi cancelado após a tragédia em Santa Maria 

BBC já questiona capacidade do Brasil para Copa
BBC já questiona capacidade do Brasil para Copa
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – A imprensa internacional aproveitou a cobertura da tragédia na boate Kiss, em Santa Maria (RS), para questionar a capacidade do Brasil para a Copa do Mundo de 2014 e para as Olimpíadas. Ao vivo, o âncora da BBC News, o canal de notícias 24 horas da rede pública, sugeriu que o país terá que se mostrar preparado para situações de emergência durante as competições.

O editor da rede em São Paulo, Gary Duffy, também disse que os eventos devem aumentar a pressão sobre o governo brasileiro para reforçar as normas de segurança e a fiscalização de locais públicos.

A emissora americana NBC, a agência de notícias Reuters, destacou igualmente que os "padrões de segurança e capacidade de emergência estão abaixo das críticas enquanto o país se prepara para receber a Copa do Mundo de 2014 e a Olimpíada de 2016".

O episódio que causou a morte de 248 pessoas resultou no cancelamento da agenda que marcaria a contagem regressiva de 500 dias para a Copa de 2014. A medida foi divulgada no site do Governo do Distrito Federal, um dos responsáveis por organizar a festa, e expõe a ligação óbvia que um acontecimento como esse pode ter para a imagem do próximo país a sediar a Copa do Mundo.

"Em pesar pela tragédia ocorrida em Santa Maria, o governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, consternado, determinou o cancelamento do evento, do qual seria o anfitrião e que se realizaria nesta segunda-feira (28), no Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha", registra o site do governo.

 

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247