BC decreta liquidação do Banco Azteca

Os motivos, segundo o Banco Central, foram o comprometimento da sua situação econômico-financeira, a violação de normas legais e regulamentares e a ocorrência de prejuízos, sujeitando os credores a risco anormal; banco mexicano, do bilionário Ricardo Salinas, queria fechar as portas de sua única agência, sediada em Recife, e deixar o País, mas vinha tendo dificuldades com o BC

Os motivos, segundo o Banco Central, foram o comprometimento da sua situação econômico-financeira, a violação de normas legais e regulamentares e a ocorrência de prejuízos, sujeitando os credores a risco anormal; banco mexicano, do bilionário Ricardo Salinas, queria fechar as portas de sua única agência, sediada em Recife, e deixar o País, mas vinha tendo dificuldades com o BC
Os motivos, segundo o Banco Central, foram o comprometimento da sua situação econômico-financeira, a violação de normas legais e regulamentares e a ocorrência de prejuízos, sujeitando os credores a risco anormal; banco mexicano, do bilionário Ricardo Salinas, queria fechar as portas de sua única agência, sediada em Recife, e deixar o País, mas vinha tendo dificuldades com o BC (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Kelly Oliveira – Repórter da Agência Brasil

O Banco Central (BC) decretou, hoje (8), a liquidação do Banco Azteca do Brasil S.A., com sede no Recife. Os motivos foram o comprometimento da sua situação econômico-financeira, a violação de normas legais e regulamentares e a ocorrência de prejuízos, sujeitando os credores a risco anormal.

Segundo o BC, o Banco Azteca é instituição financeira de pequeno porte, autorizada a operar as carteiras comercial e de crédito, financiamento e investimento. Possui apenas uma agência e detém 0,0005% dos ativos do sistema financeiro e 0,0009% dos depósitos.

Cerca de 68% do total dos depósitos do Banco Azteca do Brasil contam com garantia do Fundo Garantidor de Créditos (FGC), informou o BC.

"O Banco Central está tomando todas as medidas cabíveis para apurar as responsabilidades, nos termos de suas competências legais de supervisão do sistema financeiro", acrescentou o BC, em nota.

Leia mais em Banco Central intervém em banco mexicano que quer deixar o Brasil

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247