Belarus: comitiva goiana visita fábrica de defensivos agrícolas

Unidade industrial da Avgust-Bel produz meios de proteção química para agricultura; executivos da empresa querem relações comerciais com Goiás; capacidade local é de 20 mil toneladas/ano e fábrica detém 20 diferentes marcas; visita integra a agenda de negócios da missão no Leste Europeu comandada pelo vice-governador e secretário de Desenvolvimento Econômico, José Eliton

Unidade industrial da Avgust-Bel produz meios de proteção química para agricultura; executivos da empresa querem relações comerciais com Goiás; capacidade local é de 20 mil toneladas/ano e fábrica detém 20 diferentes marcas; visita integra a agenda de negócios da missão no Leste Europeu comandada pelo vice-governador e secretário de Desenvolvimento Econômico, José Eliton
Unidade industrial da Avgust-Bel produz meios de proteção química para agricultura; executivos da empresa querem relações comerciais com Goiás; capacidade local é de 20 mil toneladas/ano e fábrica detém 20 diferentes marcas; visita integra a agenda de negócios da missão no Leste Europeu comandada pelo vice-governador e secretário de Desenvolvimento Econômico, José Eliton (Foto: José Barbacena)

Goiás 247 - Em atividade coordenada na tarde desta terça-feira (30) pelo superintendente de Comércio Exterior da Secretaria de Desenvolvimento (SED), Luiz Medeiros, e pelo presidente da Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg), Pedro Alves, a comitiva goiana a três países do leste europeu empreendeu visita técnica à unidade industrial da Avgust-Bel S.A., a mais moderna planta da República de Belarus para produção de defensivos agrícolas e meios de proteção química para agricultura. Executivos da empresa querem relações comerciais com Goiás.

É uma fábrica altamente avançada na concepção de herbicidas na forma de soluções aquosas, concentrados emulsionáveis e fungicidas, desinfetantes e inseticidas de sementes. A comitiva goiana foi recepcionada pelo diretor geral, Eugeni Plotinov, e pelo engenheiro chefe, Aleksandr Nitsevicp. A apresentação do perfil da fábrica teve a condução de Pavel Kaverin, diretor para a América Latina.

A capacidade de produção da unidade é de cerca de 20 mil toneladas de produtos por ano. Atualmente, a fábrica da Avgust-Bel detém cerca de 20 diferentes defensivos agrícolas. O principal objetivo é atender a demanda do mercado agrícola interno de Belarus. No entanto, começou a exportar para países da Comunidade dos Estados Independentes (CEI) e América Latina.

O complexo industrial da fábrica Avgust-Bel está equipado com tecnologia de última geração. Seus laboratórios são únicos em Belarus. Os instrumentos permitem realizar o controle de matérias primas e da produção e, assim, garantir produtos de alta qualidade. As atividades da terça-feira foram encerradas com a visita da comitiva goiana ao Dudutki, sítio histórico com museu na região de Minsk.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247