Bélgica bate Inglaterra por 2 x 0 e fica em 3º lugar na Copa da Rússia

Bélgica e Inglaterra disputaram a terceira colocação no torneio em São Petersburgo; segundo confronto entre as duas seleções na Copa 2018 foi mais uma vez batido pelos belgas, que fizeram 2 a 0 com gols de Meunier e Hazard e levaram para casa a melhor colocação da Bélgica da história; campanha mais bem-sucedida dos "diabos vermelhos" até este ano tinha sido em 1986, quando ficou com o 4º lugar

Bélgica bate Inglaterra por 2 x 0 e fica em 3º lugar na Copa da Rússia
Bélgica bate Inglaterra por 2 x 0 e fica em 3º lugar na Copa da Rússia (Foto: REUTERS/Henry Romero)

Sputnik - Bélgica e Inglaterra disputaram a terceira colocação no torneio em São Petersburgo. Segundo confronto entre as duas seleções na Copa 2018 foi mais uma vez batido pelos belgas, que fizeram 2 a 0 com gols de Meunier e Hazard e levaram para casa a melhor colocação da Bélgica da história.

Inventores do esporte, a Seleção Inglesa de Futebol amarga maus resultados há anos. Fracassou na Copa do Mundo de 2014, perdendo de 2x1 para a Itália e para o Uruguai e empatando em 0x0 com a Costa Rica. Também deu adeus ao sonho de conquistar a primeira Eurocopa em 2016, empatando em 1x1 com a Rússia, 0x0 com a Eslováquia, perdendo de 2x1 para a Islândia e vencendo um único jogo, contra os vizinhos galeses por 2x1. Por isso, surpreendeu ao chegar tão longe na competição, perdendo para a Croácia na semifinal.

A Bélgica nunca ganhou a Copa do Mundo, mas desde 2014 é vista como a equipe promessa no torneio. Na ocasião, classificou-se para a competição sem perder nenhum jogo nas eliminatórias. No torneio realizado no Brasil, ganhou da Argélia (2x1), Coreia do Sul (1x0), Rússia (1x0) e Estados Unidos (2x1), caindo nas quartas para a Argentina. Por ter uma seleção jovem, foi apontada como uma das favoritas na Rússia, mas perdeu o bilhete dourado para a final na disputa com a França (1x0 para os azuis).

Coincidentemente, os dois times já se enfrentaram nesta Copa. Jogando pelo Grupo G, as seleções se enfrentaram na última rodada no dia 28. O confronto foi vencido pelos belgas por 1x0 (gol de Adnan Januzaj), que jogaram com um time repleto de reservas.

A partida, porém, não valia grande coisa já que os times estavam classificados para a fase eliminatória e o perdedor evitava a chave mais difícil da competição (com Brasil, Alemanha e França na dianteira).

Os "diabos vermelhos", como são apelidados desde 1906, abriram o placar com três minutos de jogo. Com um vacilo da zaga inglesa, o lateral Meunier aproveitou o passe de Jason Denayer para fazer 1x0 a favor da Bélgica. A equipe belga iguala um recorde só obtido pela França em 1982 e pela Itália em 2006: 10 jogadores diferentes marcaram pelo time ao longo de toda a competição.

A Inglaterra teve boas chances de empatar no primeiro tempo, mas desperdiçou todas elas. Fortemente criticado na partida contra a Suécia, Raheem Sterling voltou a ter dia pouco inspirado e perdeu várias oportunidades, isolando a bola. Kane ficou na cara do gol, mas chutou mal.

Com brilho apagado na partida, o belga Romelu Lukaku foi substituído aos 14 do 2º tempo pelo atacante do Napoli Dries Mertens. Esta partida valia algo mais para o atleta: com 5 gols, o atacante disputava a artilharia com o inglês Harry Kane, que anotou 6 na competição. Visivelmente irritado, Lukaku saiu de campo diretamente para o vestiário.

Fazendo o que faz de melhor — o contra-ataque — a seleção belga conseguiu ampliar a vantagem contra o time inglês aos 36 do segundo tempo. Debruyne arrancou do meio campo e chutou nas costas do zagueiro Phil Jones. A sobra foi aproveitada por Hazard, que mandou pro fundo do gol.

Com o resultado, a Bélgica alcança o seu melhor resultado em Copas da história. A campanha mais bem-sucedida até este ano tinha sido em 1986, quando ficou com o 4º lugar. Com um título no currículo (1966), a Inglaterra igualou a sua segunda melhor campanha: em 1990, os ingleses também ficaram com o quarto lugar.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247