Big Brother: o maior motel público do Brasil

Cenas de sexo de Yuri e Laisa ganham as redes, depois de serem exibidas no pay-per-view; TV Globo est carimbando atrao carregada de apelo ertico; brothers e sisters, donos de corpos de modelos, so os novos modelos da sociedade brasileira?

Big Brother: o maior motel público do Brasil
Big Brother: o maior motel público do Brasil (Foto: Reprodução)

247 – Depois do escândalo do suposto estupro que nunca foi totalmente esclarecido, o Big Brother Brasil está batendo recordes de vulgaridade. Já se tinha falado muito do excesso de silicones e saliências. Mas agora a programação pay-per-view apresenta cenas dignas de pornochanchada. É tudo sob o edredom, mas os barulhos e gemidos que ecoam lá debaixo ganham os lares de milhares de brasileiros.

Bem, podem perguntar, e o que há de errado em um canal fechado apresentar ao telespectador um pouco (ou um bocado) de sexo? O problema é que a transa – aparentemente desprotegida – tem a marca Globo, da principal emissora de TV do País. Ou seja, é como se o sexo público, para todos, recebesse o selo do principal nome de comunicação do Brasil.

Fortalece-se a cultura de vouyerismo e exibicionismo, cada vez mais onipresente em tempos de internet. Não por acaso os frames das “safadezas” dos brothers vão, quase todos, para o mundo online. O álcool turbina os corpões a se encontrarem e bombarem na TV e computadores alheios. Sexo e “estupro” viram os capítulos da vida real dos brasileiros.

O que incomoda é a consolidação de um modelo de entretenimento completamente fundado em apelos eróticos. Os bravos “guerreiros” de Pedro Bial viram praticamente astros pornográficos. A gostosona e o saradão tornam-se referência, exemplo. “Ah, como ela é perfeita” “Ah, como ele manda bem”.

É esse o tipo de modelo para a nossa sociedade?

O brasileiro médio? O guerreiro-cidadão-trabalhador?

Donos de corpos trabalhados deixam o instinto falar mais alto, esquecem o que é camisinha e transam para as câmeras e para todos nós.

São esses os nossos heróis?

Que vergonha, BBB. Ad infinitum.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247