BNDES suspende repasses para a Arena Amazônia

O TCU indicou superfaturamento de R$ 86 milhes nas obras do estdio que est sendo erguido em Manaus para a Copa do Mundo de 2014

BNDES suspende repasses para a Arena Amazônia
BNDES suspende repasses para a Arena Amazônia (Foto: Divulgação)

247 – Após denúncia realizada pelo Tribunal de Contas da União (TCU), de superfaturamento de R$ 86 milhões nas obras da Arena Amazônia – que está sendo erguida para abrigar os jogos da Copa do Mundo de 2014 em Manaus -, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) anunciou que não vai mais repassar nenhuma das parcelas que destinaria à construção. O comando da instituição financeira deixou claro que só voltará a aportar os recursos do empréstimo que concedeu ao Governo do Amazonas após a empreiteira Andrade Gutierrez, responsável pela ação, explique o porquê do suposto gasto excessivo. A arena está orçada em R$ 618 milhões, R$ 400 milhões oriundos do BNDES.

Na semana passada, o Governo do Estado do Amazonas já havia notificado a empreiteira Andrade Gutierrez para que ela esclarecesse os questionamentos feitos pelo TCU, que apontou a cobrança fora do valor de mercado por processos e materiais de construção e a existência de contratações em duplicidade. Apesar da pressão do governo local e do órgão máximo de controle, a empreiteira afirmou que não se posicionaria publicamente sobre o assunto.

Em seu relatório, o TCU aponta que há sobrepreços que ultrapassam a casa dos 300% - em relação a valores de mercado. Curiosamente, no Estádio Nacional de Brasília, no Distrito Federal, a mesma empreiteira aplica preços cerca de 280 % abaixo dos praticados na Arena Amazônia.

No início desta semana, o 247 publicou reportagem na qual mostrou que o clube de futebol Juventus de Turim, da Itália, inaugurou, no ano passado, uma moderna arena mais barata que 11 dos 12 estádios que estão sendo erguidos no Brasil para a Copa de 2014. A equipe italiana investiu € 122 milhões (aproximadamente R$ 280 milhões, na época) no empreendimento, que tem capacidade para 42 mil torcedores. Com o recurso que está empregado na construção da Arena Amazônia daria para entregar dois estádios como o da Juventus e ainda sobre pouco mais de R$ 50 milhões.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247