BP planeja investir R$ 1 bi em etanol e energia limpa

British Petroleum pretende duplicar produção de álcool em unidade de processamento no município de Itumbiara, no sul de Goiás; projeto também inclui geração de energia com a queima do bagaço da cana; empreendimento vai gerar 5 mil empregos

BP planeja investir R$ 1 bi em etanol e energia limpa
BP planeja investir R$ 1 bi em etanol e energia limpa (Foto: Edição/247)

Goiás247_ A economia goiana deve receber um novo impulso em breve com a entrada de investimento internacional. A companhia British Petroleum (BP) planeja investir R$ 1 bilhão na unidade de processamento de cana de açúcar em Itumbiara, no Sul do Estado. O objetivo é aumentar a capacidade de processamento para 5 milhões de toneladas de cana por ano, com produção de 75 mil toneladas de açúcar e etanol e gerar 338 MW de energia elétrica, com a queima do bagaço da cana.

O acordo já havia sido costurado entre o governador Marconi Perillo e os diretores da empresa em agosto do ano passado quando Marconi esteve na Inglaterra em missão internacional. "É um investimento de enorme importância para o País e que está sendo recebido com otimismo por nós, uma vez que vai gerar impacto positivo na economia local e reflexos na geração de empregos e no PIB do Estado", afirmou ao Estadão, Alexandre Baldy, secretário de Indústria e Comércio de Goiás.

A implantação do projeto terá impacto imediato na economia goiana com a geração de 1,5 mil empregos diretos e mais 3 mil indiretos. Todo o montante investido na operação será bancado pela empresa britânica. "Ao Estado caberá a construção de um trevo, à margem da rodovia, que dará acesso ao projeto", explicou Baldi ao Estadão. Além desse investimento, em local ainda não revelado, a BP Biocombustíveis no Brasil já possui outros dois investimentos no setor sucroenergético, no município de Edeia (GO).

Em 2008, o grupo também adquiriu 50% de participação na Tropical BioEnergia S/A. Trata-se de uma joint venture envolvendo o Grupo Maeda (25%) e a LDC Bioenergia (25%).

No ano passado, a BP fez aquisição do controle majoritário da Companhia Nacional de Açúcar e Álcool (CNAA), em Itumbiara, e com ela passou a operar duas usinas de etanol, visando abastecimento do mercado interno e também para exportação.

Estrutura

Sediada no Reino Unido, a multinacional tem forte operação no ramo do petróleo e gás. Está também investindo em energia alternativa e quer ser um dos líderes do setor até 2020. A British Petroleum faz parte do grupo de quatro empresas de petróleo e energia do mundo. Há 12 anos, Goiás contava com 12 usinas de etanol, algumas produziam açúcar, e não havia cogeração de energia. Atualmente são 35 destilarias instaladas.
Leia mais no Goiás Agora.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247