Brasil e Paraguai firmam parcerias para as Olimpíadas

Com o objetivo de intercambiar experiências esportivas para atletas que participarão das Olimpíadas de 2016, os ministros do Esporte dos dois países se reuniram nesta terça (25), em Foz do Iguaçu (PR); modalidades como tênis, natação, handebol, vôlei de praia, remo e canoagem serão as primeiras a serem beneficiadas com o projeto; uma das medidas anunciadas na reunião de hoje refere-se à possibilidade de atletas paraguaios participarem de competições brasileiras e vice-versa

Com o objetivo de intercambiar experiências esportivas para atletas que participarão das Olimpíadas de 2016, os ministros do Esporte dos dois países se reuniram nesta terça (25), em Foz do Iguaçu (PR); modalidades como tênis, natação, handebol, vôlei de praia, remo e canoagem serão as primeiras a serem beneficiadas com o projeto; uma das medidas anunciadas na reunião de hoje refere-se à possibilidade de atletas paraguaios participarem de competições brasileiras e vice-versa
Com o objetivo de intercambiar experiências esportivas para atletas que participarão das Olimpíadas de 2016, os ministros do Esporte dos dois países se reuniram nesta terça (25), em Foz do Iguaçu (PR); modalidades como tênis, natação, handebol, vôlei de praia, remo e canoagem serão as primeiras a serem beneficiadas com o projeto; uma das medidas anunciadas na reunião de hoje refere-se à possibilidade de atletas paraguaios participarem de competições brasileiras e vice-versa (Foto: Valter Lima)

Paulo Victor Chagas - Repórter da Agência Brasil

Com vistas a desenvolver parcerias entre Brasil e Paraguai, com o objetivo de intercambiar experiências esportivas para atletas que participarão das Olimpíadas de 2016, os ministros do Esporte dos dois países se reuniram nesta terça-feira (25), em Foz do Iguaçu (PR). Após dois dias de reuniões, representantes de confederações esportivas das duas nações detalharam ações conjuntas para fortalecer a parceria.

Modalidades como tênis, natação, handebol, vôlei de praia, remo e canoagem serão as primeiras a serem beneficiadas com o projeto. Desde agosto, autoridades de Brasil e Paraguai têm se reunido para consolidar a cooperação. Uma das medidas anunciadas na reunião de hoje refere-se à possibilidade de atletas paraguaios participarem de competições brasileiras e vice-versa.

A ideia, por exemplo, é aproveitar o lago de Itaipu, que fica na fronteira dos dois países, para promover treinos de canoagem semelhantes ao projeto Meninos do Lago, no Brasil. “Espero que Itaipu consiga nos inspirar nesta cooperação, com a mesma ousadia e determinação que colocaram de pé esse grande empreendimento vitorioso”, disse o ministro dos Esportes, Aldo Rebelo, durante o encontro, em referência à usina hidrelétrica pertencente aos dois países.

De acordo com Victor Pecci, ministro paraguaio, este é o primeiro passo para a formação de profissionais com foco no alto rendimento. “Para nós, esta parceria é muito importante. Necessitamos da experiência do Brasil para desenvolver o esporte no nosso país”, afirmou Pecci, que, quando tenista profissional, disputou uma final de Roland Garros, na França, em 1979.

A parceria na área de medicina esportiva também está sendo planejada, após manifestação de interesse da Universidade Federal de São Paulo. Segundo a assessoria de imprensa de Itaipu, ainda estão previstos apoios na aquisição de equipamentos e troca de experiência entre treinadores dos países.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247