Brasil perde para Alemanha e fica com prata no vôlei de praia

Dupla Alison e Emanuel perde para a Alemanha por 2 a 1; tie break terminou 16 a 14 para Brink e Reckermann

Brasil perde para Alemanha e fica com prata no vôlei de praia
Brasil perde para Alemanha e fica com prata no vôlei de praia (Foto: Dominic Ebenbichler/Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

CBV – O vôlei de praia brasileiro conquistou, nesta quinta-feira 9, sua segunda medalha nos Jogos Olímpicos de Londres. Um dia depois de Juliana e Larissa conquistarem o bronze, Alison e Emanuel garantiram a prata no torneio masculino, disputado na Horse Guards Parade. Apesar de toda luta e garra, os campeões mundiais foram superados pelos alemães Julius Brink e Jonas Reckermann por 2 sets a 1 (21/23, 21/16 e 14/16) na decisão do torneio olímpico. Esta é a primeira medalha de ouro do vôlei de praia alemão nos Jogos Olímpicos.

A medalha de bronze ficou os letões Martins Plavins e Janis Smedins, principais surpresas do torneio olímpico, que superaram os holandeses Richard Schuil e Reinder Nummerdor por 2 sets a 1 (19/21, 21/19 e 15/11) na disputa de terceiro lugar e conquistaram a primeira medalha olímpica da Letônia no vôlei de praia.

Único atleta masculino a participar de todas as cinco edições dos Jogos Olímpicos em que o vôlei de praia esteve presente, o paranaense Emanuel, de 39 anos, conquistou sua terceira medalha, depois do ouro em Atenas/2004 e do bronze em Pequim/2008, igualando o antigo parceiro Ricardo como recordista de medalhas olímpicas no cenário mundial.

"Recebo esta medalha com muita alegria. É muito importante contribuir com o Brasil nestes Jogos Olímpicos. A organização foi maravilhosa, a arena esteve sempre lotada e foi um prazer passar estes 20 dias aqui. Queríamos muito o ouro, mas a final foi incrível, qualquer um dos times poderia ter vencido e estou muito satisfeito pelo que fizemos, não só aqui, mas ao longo destes três anos de trabalho. Foi no dia a dia, com muito esforço, que construímos esta medalha", diz Emanuel.

A medalha também é a terceira para a técnica da dupla, Letícia Pessoa, que conquistou a prata em Sydney/2000 e Atenas/2004, no comando das lendárias Adriana Behar e Shelda. O jovem Alison, estreante olímpico, celebrou a conquista da prata, apesar de lamentar os erros no final.

"Eles jogaram muito bem e mereceram vencer. A gente errou nos momentos decisivos e isso acabou sendo fatal. Meu sonho olímpico quase ficou completo. Queria dar mais um ouro para o Emanuel, mas a prata tem um valor enorme e tenho muito orgulho desta medalha, que foi muito suada. Perdemos como guerreiros. Fizemos o melhor pelo Brasil até o final e sabemos que o trabalho foi bem feito", diz o "Mamute".

Na decisão, o número mais elevado de erros dos brasileiros (15 a 10) acabou determinando a vitória alemã. Emanuel marcou 29 pontos de ataque e um de saque, além de ter conseguido 18 defesas. Alison converteu 12 ataques, três bloqueios e um saque em ponto.

Medalhistas desembarcam no Rio de Janeiro nesta sexta

Alison e Emanuel retornam ao Brasil nesta sexta-feira 10. A dupla desembarcará no Aeroporto Internacional Maestro Antônio Carlos Jobim, no Rio de Janeiro, às 20h55, e concederá entrevista coletiva no local. O assessor de imprensa Guilherme Torres (21-8419-4011) estará presente para auxiliar o trabalho dos jornalistas.

O JOGO

O início da partida foi digno de uma final olímpica, com poucos erros e os ataques prevalecendo sobre os sistemas defensivos. A primeira vantagem de dois pontos foi da dupla alemã, que chegou a 13/11 no saque de Reckermann. O Brasil chegou à igualdade no 15º ponto, em um erro de ataque de Brink. A virada brasileira veio em 18/17, com Reckermann atacando para fora. No final, um ataque para fora de Emanuel e um contra-ataque de Reckermann deram a vitória à dupla alemã em 23/21.

A dupla brasileira não sentiu a virada e marcou os dois primeiros pontos do segundo set, mas os alemães conseguiram o empate em 2/2. Um ponto de saque de Alison recolocou o Brasil em vantagem: 4/2. Uma bola de segunda de Emanuel ampliou a vantagem para 11/7. O paranaense explorou o bloqueio alemão e marcou 15/9. Com Alison se agigantando na rede, a vantagem subiu em 17/10. Os alemães cresceram na reta final do set, mas um saque para fora de Reckermann definiu a vitória brasileira em 21/16.

A dupla brasileira começou o tie-break com muita intensidade e, após uma recuperação incrível de Alison, Emanuel largou para maçar 2/0. Os alemães empataram com um bloqueio de Reckermann e viraram para 7/5 em um contra-ataque, mas Emanuel empatou novamente no contra-ataque. Reckermann, novamente no bloqueio, abriu 9/7, e um erro de Emanuel deixou os alemães perto da vitória: 12/8. Os brasileiros conseguiram uma incrível reação no fim, empataram em 14/14, mas um ataque para fora deu o ouro aos alemães: 16/14.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email