Brasileiros ficaram em média quase 19 horas sem luz em 2011

A marca a segunda pior desde 2000. No Par, consumidores ficaram, em mdia, 4 dias sem luz no ano passado

Brasileiros ficaram em média quase 19 horas sem luz em 2011
Brasileiros ficaram em média quase 19 horas sem luz em 2011 (Foto: Agência Brasil)

247 – O brasileiro ficou em média 18 horas e 42 minutos sem luz em 2011, de acordo com a Agência Nacional de Energia Elétrica. A marca, pelo terceiro ano consecutivo, está acima do limite estabelecido pela Anaeel. A situação é ainda pior no Pará. Consumidores ficaram até 4 dias sem energia.

Leia a reportagem de Fábio Amato, do G1:

O brasileiro ficou no ano passado, em média, 18 horas e 42 minutos sem luz, de acordo com a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). A marca é a segunda pior desde 2000 e superou a registrada em 2010, quando o país esteve “no escuro” por 18 horas e 38 minutos, em média.

As 18 horas e 42 minutos estão acima do limite estabelecido pela Aneel para o DEC, índice que mede a duração das interrupções no fornecimento de energia no país. A meta para 2011 era de 16 horas e 22 minutos. Foi o terceiro ano seguido que a meta proposta pela agência foi descumprida.

Metas de qualidade

A Aneel determina todos os anos às distribuidoras de energia metas de DEC (duração) e de FEC, que mede a frequência com que os apagões acontecem. Ao longo de 2011, o Brasil teve, em média, 11,16 quedas de energia. O número ficou abaixo do limite de FEC exigido para aquele ano: 13,61.

O G1 fez um levantamento dos dois índices apresentados no ano passado pelas distribuidoras. Das 65 empresas, 23 – pouco mais de um terço – deixaram de cumprir pelo menos uma das duas metas. Em 2010, foram 20.

As próprias concessionárias informam à Aneel seus números de DEC e FEC. Depois, a agência faz uma fiscalização aleatória para confirmar se eles estão corretos.

Das 23 distribuidoras “reprovadas” no ano passado, 13 deixaram de cumprir a meta de duração dos apagões, 3 a meta de frequência e 7 desrespeitaram ambas.

No Pará, cada um dos clientes da Celpa ficou, em média, 99,55 horas (pouco mais de quatro dias) sem luz durante o ano passado. Essa marca é 3,5 vezes maior que o DEC determinado pela agência à empresa: 28,48 horas.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247