Breno Altman rebate acusações de antisemitismo

O autor critica o posicionando do crítico Alexandre Schwartsman, enfatizando que o mundo, incluindo judeus, estão se manifestando contra atos de Israel

Breno Altman
Breno Altman (Foto: Felipe Gonçalves)


✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Em sua coluna na Folha, Breno Altman rebateu acusações feitas em artigo publicado por Alexandre Schwartsman. No texto publicado hoje (29), Altman continua com seu posicionamento contra o terrorismo causado por Israel ao povo palestino, defendendo sua visão contra o apartheid e o genocídio promovidos pelo governos israelense.

Criticando as acusações recebidas, Altman ressalta a vocalização do “chauvinismo típico de ideologias racistas e coloniais, que se torna mais agressivo na decadência”, encontrados no texto de Schwartsman. Para ele, há uma tentativa de esquivar-se do debate mais urgente: a carnificina israelense que tenha que se opõem contra a imposição imediata e permanente de um cessar-fogo.

continua após o anúncio

Além disso, Altman deixa evidente que falta um entendimento do seu posicionamento como uma pessoa cuja família tambpem foi vítima do holocausto, julgando ele no seu pronunciamento contra o estado colonial e racista de Israel, que se refere ao papel opressivo do sionismo: “Antes protegido pela apropriação do Holocausto como álibi, o regime sionista, com as entranhas expostas pelo massacre contra palestinos, vive sua hora mais amarga”.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

continua após o anúncio

Ao vivo na TV 247

Cortes 247