CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Geral

Briga interna do PT não termina no Recife

Mesmo com a campanha eleitoral chegando a sua reta final, o Partido dos Trabalhadores não se entende no Recife; de um lado, o prefeito João da Costa que cobra a defesa de sua gestão; do outro, o candidato Humberto Costa que afirma não ter acesso às informações para uma defesa

Briga interna do PT não termina no Recife (Foto: André Corrêa/Divulgação e Paulo Lopes/PCR)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Raphael Coutinho _PE247 – O candidato Humberto Costa (PT) cobrou, mais uma vez, nesta segunda-feira (17), o posicionamento do atual prefeito João da Costa, também do Partido dos Trabalhadores, sobre as eleições à Prefeitura do Recife. Durante entrevista à Rádio Folha, o postulante petista levantou a hipótese que o gestor estaria apoiando o candidato do PSB, Geraldo Julio, e cobrou que esta situação seja anunciada em público. “Se ele está com o candidato do PSB, ele tem que falar em público. Comigo ele não está”, afirmou.

A declaração foi dada após o prefeito João da Costa cobrar, no domingo (16), durante inauguração de um comitê de um candidato a vereador, a defesa da gestão petista pela candidato mais uma vez. Humberto, no entanto, atribui o problema ao prefeito.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

“Eu já me conformei com isso, ele não me apoia. Até para fazer a defesa das políticas que foram implementadas pela Prefeitura, eu não tenho informação, não tenho acesso. Ninguém se disponibiliza para que isso aconteça. Então vou considerar que ele está me apoiando? Não, não está. Eu defendo a gestão sim. Todas as vezes que sou questionado eu ainda defendo”, disse durante o programa de rádio.

E continuou. “Como é que vou defendê-lo se não posso falar no nome dele. Se não posso usar a imagem dele. Então muito bem, estou conformado com isso. Vamos vencer essa eleição, a pesar disso tudo. Não vou polarizar”, criticou Humberto. João da Costa, no domingo, entretanto, também havia criticadoo correligionário e cobrado um posicionamento em defesa da sua gestão.  “Na área da saúde fizemos coisas extraordinárias que não são defendidas por Humberto. E quem era o secretário? O homem de confiança de Humberto, que é o Gustavo Couto”, disparou o prefeito.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

 

 

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Carregando...

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Carregando...

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO