BV receberá tela protetora contra tubarão

O equipamento ser instalado at junho deste ano em um trecho da costa de Boa Viagem e passar por um perodo de testes de dois meses; at a aprovao final dos especialistas, o surfe e o banho de mar continuam sendo proibidos na rea

BV receberá tela protetora contra tubarão
BV receberá tela protetora contra tubarão (Foto: Andréa Rêgo Barros/247)

Beatriz Braga _PE247 - O recifense que normalmente vai à Praia de Boa Viagem está acostumado com um único tipo de banho em vários trechos do local: o de sol na escaldante na areia, devido ao histórico de ataques de tubarão. Porém, isso poderá mudar. A boa notícia é que a principal praia da cidade passará por um período de testes com uma tela protetora, que poderá dá uma força aos salva-vidas que não descansam com os banhistas afoitos que insistem em ignorar os pedidos de atenção.

A tela protetora será colocada até junho deste ano numa área de duzentos metros nas imediações do antigo Castelinho, numa distância de 150 metros da faixa de areia. Depois de terminada a instalação, a tela passará dois meses em observação dos especialistas para que sejam liberados, ou não, o banho e a prática de surfe na área. Até lá, os banhista deverão continuar apenas rezando para que tudo dê certo.

O projeto foi iniciativa do Instituto Praia Segura com a Secretaria de Defesa Social (SDS) e espera uma resposta da Procuradoria Geral do Estado para começar a ser posto em prática.

O primeiro passo é a confecção da tela, que será responsabilidade dos que mais entendem do processo, os pescadores de Brasília Teimosa e Piedade. O material servirá apenas como uma forma de manter os peixes fora da área protegida, sem ferir ou capturar os animais.

O zelo com os banhistas recifenses vem dos 54 ataques de tubarão sofridos nos últimos vinte anos (sendo quatro deles na área que será colocada a tela protetora), deixando vinte mortos.

SURFE LIBERADO

A boa notícia é que, enquanto Boa Viagem passará por testes, outras praias de Pernambuco já deixaram de ser consideradas perigosas para a prática do surfe. O decreto 21.402, em vigor desde 1999, que restringe o uso de várias praias do Estado para evitar ataques de tubarões, foi alterado no último dia 17. A partir de agora, as praias de Zé Pequeno, no Bairro Novo, em Olinda, e a Baía de Itapuama, no Cabo de Santo Agostonho, Litoral Sul, estão liberadas para surfe e demais atividades aquáticas.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247