Cachoeira é indiciado pela PF por novos crimes

Polícia Federal conclui novos inquéritos e indicia contraventor por lavagem de dinheiro e evasão de divisas. Relatórios já foram entregues ao Ministério Público Federal, que deve agora apresentar à Justiça as denúncias. Cachoeira já foi condenado a 39 anos de prisão e recorre da sentença em liberdade. Ele vive em Goiânia e seu advogado afirma que desconhece as novas investigações

Cachoeira é indiciado pela PF por novos crimes
Cachoeira é indiciado pela PF por novos crimes

Goiás 247_ O contraventor Carlinhos Cachoeira deve ser indiciado por mais crimes. Reportagem no site da Folha de S.Paulo mostra que a Polícia Federa finalizou novos inquéritos envolvendo Cachoeira e seu grupo, que foi desmontado pela Operação Monte Carlo.

A matéria da Folha diz que as novas investigações devem gerar mais ações na Justiça movidas pelo Ministério Público Federal. Cachoeira foi indiciado por lavagem de dinheiro e evasão de divisas.

O material foi baseado em documentos recolhidos, quebra de sigilo fiscal e gravações telefônicas. Uma das investigações, por exemplo, trata da compra de uma fazenda para, segundo a PF, lavagem de dinheiro.

Outra investigação focou especificamente em operações de dólar cabo, para o envio de valores para o exterior. Esse tipo de operação é um meio de compensação entre doleiros e clientes utilizado para permitir a evasão de divisas e a lavagem de dinheiro por meio de câmbio legal.

Os relatórios foram encaminhados para o Ministério Público Federal, que decidirá se apresenta à Justiça novas denúncias contra Cachoeira e outras pessoas envolvidas nas investigações ou se arquiva os casos.

Cachoeira já foi condenado a 39 anos de prisão por crimes como corrupção ativa, formação de quadrilha e peculato. Ele está solto e mora e Goiânia, onde recorre da sentença em liberdade.

O advogado de Cachoeira disse à Folha que desconhece novas investigações.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247