Caçu obtém melhor desempenho em estudo inédito do IMB

Goiás passa agora a contar com levantamento que apura o Índice de Desempenho dos 246 municípios do Estado ao analisar 34 variáveis; interesse do Instituto Mauro Borges, vinculado à Segplan, é subsidiar o planejamento de ações governamentais; município do Sudeste goiano obteve índice equivalente a 7,83 numa escala de 0 a 10; na outra ponta, aparece a cidade de Simolândia, na região Nordeste, com 5,04; para o secretário Vecci (foto), agora governo e prefeitos podem atuar tendo como foco as necessidades e demandas reais de cada município

Caçu obtém melhor desempenho em estudo inédito do IMB
Caçu obtém melhor desempenho em estudo inédito do IMB
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Goiás247_ Pela primeira vez na história, Goiás passa a contar com um estudo que apura o Índice de Desempenho dos 246 municípios goianos, o IDM. O cálculo do indicador foi desenvolvido pelo Instituto Mauro Borges de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (IMB) da Secretaria de Gestão e Planejamento (Segplan) e levou em consideração seis dimensões: Economia, Trabalho, Educação, Saúde, Segurança e Infraestrutura. O Índice de Desempenho dos Municípios tem como objetivos diagnosticar e comparar a atuação dos municípios, bem como avaliar resultados e subsidiar o planejamento de ações governamentais e municipais.

Segundo o secretário de Gestão e Planejamento, Giuseppe Vecci, o propósito é que o estudo do IDM seja realizado de dois em dois anos e que se torne uma referência para consulta por parte dos gestores públicos, políticos, comunidade acadêmica, empresários e público em geral. O estudo utilizou com fonte de dados o Censo do IBGE, Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), Ministério do Trabalho/Rais, Censo Escolar/Inep, Secretaria de Segurança Pública, Anatel, Secretaria Estadual da Educação, Mapa da Saúde e o próprio Insituto Mauro Borges (IMB). Foi importante a colaboração de técnicos das Secretarias estaduais da Educação, Saúde, Segurança Pública e da Infraestrutura na seleção das variáveis representativas de suas áreas de atuação.

Resultados

Conforme o estudo Índice de Desempenho dos Municípios Goianos (IDM 2010) do IMB/Segplan, Caçu, localizado no Sudoeste Goiano, foi o município que obteve o maior Índice. Numa escala de zero a 10, Caçu ficou com 7,83, enquanto a média dos 246 municípios goianos atingiu 6,18. Vecci destaca que, mais que apresentar números, o estudo é um importante instrumento para nortear e avaliar as políticas públicas implementados nos municípios goianos, visando responder às demandas da sociedade, considerando os diferentes contextos locais.

“Infelizmente, continuam existindo as desigualdades, as disparidades. Mas a partir de agora o Governo Estadual dispõe de informações técnicas balizadas a respeito dos municípios para que possam ser adotadas políticas públicas que visem mudar essa situação. Governo e prefeitos podem atuar tendo como foco as necessidades e demandas reais de cada município”, destaca o secretário Giuseppe Vecci.

Variáveis

O IDM é composto por 34 variáveis, divididas em seis dimensões. Na Economia, por exemplo, compõem o cálculo o PIB per capita do município; os Valores Adicionados (VA) dos setores de serviços, agropecuário e industrial; a evolução do PIB nos últimos dois anos; e recursos próprios do município na composição da receita total. Na dimensão do Trabalho, as variáveis utilizadas são empregos formais; remuneração no mercado de trabalho, nível de escolaridade dos trabalhadores e variação do número de empregos formais.

A dimensão Educação abrange as variáveis atendimentos educacionais das populações de 4 e 5 anos, 6 a 14 anos, e 15 a 17 anos; infraestrutura dos prédios das escolas urbanas, professores com formação na disciplina que leciona, Ideb do 5º ano do ensino fundamental e Ideb do 9º ano do ensino fundamental. A Segurança Pública inclui as variáveis crimes contra dignidade humana, contra a pessoa e contra o patrimônio; contravenções penais e tráfico de drogas.

Na Infraestrutura o estudo leva em consideração as coberturas da rede geral ou pluvial de esgoto, da rede de energia elétrica, da rede de água e da rede de telefonia fixa e internet. Já na saúde estão incluídos os leitos hospitalares no SUS, médicos por habitante no SUS, acompanhamento pré-natal, cobertura da Estratégia Saúde da Família, Cobertura da Estratégia Saúde da Família (Saúde Bucal), mortalidade infantil, mortalidade por causas externas e cobertura vacinal tetravalente (contra difteria, coqueluche, tétano e haemophilusifluence tipo b).

De acordo com o estudo do IMB/Segplan, no desempenho em cada dimensão, a menor nota foi 0,94 em Economia, registrada por Damianópolis; e a maior nota ficou por conta da dimensão Segurança, com 9,99, nota atribuída aos municípios de Teresina de Goiás e Itajá.

Confira abaixo a lista dos dez municípios goianos com os melhores desempenhos e menores notas no IDM 2010, de acordo com o IMB/Segplan: 

Melhor Desempenho:

Caçu – 7,83

Barro Alto (7,36)

Morrinhos (7,30)

Mineiros (7,23)

Cachoeira Dourada (7,23)

Quirinópolis (7,23)

Uruaçu (7,18)

Goianésia (7,17)

Paraúna (7,16)

Rubiataba (7,16)
 

Menores notas no indicador:

Nova Roma (5,21)

Guarani de Goiás (5,19)

Ipiranga de Goiás (5,17)

Nova Glória (5,16)

Pirenópolis (5,15)

Amaralina (5,11)

Corumbá de Goiás (5,09)

Teresina de Goiás (5,09)

Monte Alegre de Goiás (5,08)

Simolândia (5,04)

(Com informações da Comunicação Setorial da Segplan)

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email