Cadê a festa do futebol? Querem nos roubar até a alegria de torcer pelo Brasil?

De acordo com o jornalista Ricardo Kotscho, "conseguiram anestesiar no brasileiro até esta paixão pelo futebol, a magia de nos irmanarmos com desconhecidos, torcer juntos, pelo menos a cada quatro anos"

Cadê a festa do futebol? Querem nos roubar até a alegria de torcer pelo Brasil?
Cadê a festa do futebol? Querem nos roubar até a alegria de torcer pelo Brasil? (Foto: Dir.: Dylan Martinez - Reuters)

247 - "Tá tudo muito bom, muito bonito, mas tá esquisito. No momento em que escrevo, faltam poucas horas para começar Brasil e Bélgica, e nem parece que teremos um jogo decisivo daqui a pouco", escreve o jornalista Ricardo Kotscho. "Sou do tempo em que o Brasil parava e se preparava para fazer festa logo cedo nestas ocasiões: casas, ruas e carros enfeitados, todo mundo vestindo a nossa camisa, agitando bandeiras, na maior farra. O time é bom, o técnico é ótimo, já estamos nas quartas de final, e cadê aquela velha alegria brasileira?", questiona.

"Dá até a impressão de que os brasileiros estão com vergonha de soltar o grito, sem medo de ser feliz. Será que vão nos tirar até o direito de torcer pelo Brasil na Copa e curtir um pouco de felicidade, nem que seja por algumas horas ou dias?", continua.

De acordo com o jornalista, "conseguiram anestesiar no brasileiro até esta paixão pelo futebol, a magia de nos irmanarmos com desconhecidos, torcer juntos, pelo menos a cada quatro anos". "Você entra nas redes sociais e é só pau nas manias do Neymar, pau no linguajar rebuscado do Tite, pau em quem ousa dizer que o Brasil tem o melhor time da Copa, com tantas outras coisas mais importantes para nos preocuparmos".

Leia a íntegra no Balaio do kotscho

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247