Câmara aprova pagamento de passagem com cartão de crédito nos ônibus

A Câmara Municipal de Salvador aprovou por unanimidade o projeto de autoria da vereadora Kátia Alves que sugere implantação de sistema de cobrança por cartão de crédito e débito nos ônibus, "com o objetivo de reduzir o índice de assaltos a coletivos na cidade", segundo a vereadora; "Com 2,6 mil roubos a ônibus registrados em Salvador no ano passado, numa média de 7,2 casos por dia, conforme tem noticiado a imprensa, é importante investir em alternativas para reduzir essa modalidade de crime, cuja recorrência tem aterrorizado a população da capital", diz Kátia

A Câmara Municipal de Salvador aprovou por unanimidade o projeto de autoria da vereadora Kátia Alves que sugere implantação de sistema de cobrança por cartão de crédito e débito nos ônibus, "com o objetivo de reduzir o índice de assaltos a coletivos na cidade", segundo a vereadora; "Com 2,6 mil roubos a ônibus registrados em Salvador no ano passado, numa média de 7,2 casos por dia, conforme tem noticiado a imprensa, é importante investir em alternativas para reduzir essa modalidade de crime, cuja recorrência tem aterrorizado a população da capital", diz Kátia
A Câmara Municipal de Salvador aprovou por unanimidade o projeto de autoria da vereadora Kátia Alves que sugere implantação de sistema de cobrança por cartão de crédito e débito nos ônibus, "com o objetivo de reduzir o índice de assaltos a coletivos na cidade", segundo a vereadora; "Com 2,6 mil roubos a ônibus registrados em Salvador no ano passado, numa média de 7,2 casos por dia, conforme tem noticiado a imprensa, é importante investir em alternativas para reduzir essa modalidade de crime, cuja recorrência tem aterrorizado a população da capital", diz Kátia (Foto: Romulo Faro)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Bahia 247 - A Câmara Municipal de Salvador aprovou por unanimidade o projeto de autoria da vereadora Kátia Alves que sugere implantação de sistema de cobrança por cartão de crédito e débito nos ônibus, "com o objetivo de reduzir o índice de assaltos a coletivos na cidade", segundo a vereadora.

"Com 2,6 mil roubos a ônibus registrados em Salvador no ano passado, numa média de 7,2 casos por dia, conforme tem noticiado a imprensa, é importante investir em alternativas para reduzir essa modalidade de crime, cuja recorrência tem aterrorizado a população da capital", diz Kátia.

Segundo a parlamentar, a proposta, se for sancionada pelo prefeito ACM Neto (DEM), oferecerá mais uma opção de pagamento aos usuários de transporte público, diminuindo a circulação de dinheiro nos ônibus que rodam por Salvador.

"A medida dará maior segurança a passageiros, motoristas e cobradores", diz a vereadora, lembrando que o número de assaltos a coletivos permanece alto em 2016, com 568 casos registrados na capital, entre 1º de janeiro e domingo (24).

Para ela, a implantação do Sistema de Bilhetagem Eletrônica (SalvadorCard) não favoreceu a inibição desses crimes, uma vez que tais cartões também se tornaram alvo de criminosos, especialmente por concentrarem, em muitos casos, altos valores, equivalentes às tarifas de um mês inteiro do usuário.

"É preciso encontrar alternativas para coibir os roubos a ônibus e a passageiros, que impactam negativamente a qualidade dos serviços prestados pelas empresas do sistema de transporte coletivo da cidade", concluiu Kátia Alves.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email