Câmara espera contar com Renata Campos no governo

Governador eleito Paulo Câmara (PSB) deve convidar a ex-primeira-dama de Pernambuco Renata Campos para integrar a sua equipe de secretários em uma das pastas voltadas para a área social; afilhado político do ex-governador Eduardo Campos teria confidenciado a aliados que espera contar com a participação de Renata no governo; na gestão do marido, Renata chegou a coordenar programa de redução da mortalidade materna e infantil; Câmara já prometeu concluir até o final do mês uma reestruturação do organograma do Estado e anunciar a equipe de secretários até a primeira quinzena de dezembro

Governador eleito Paulo Câmara (PSB) deve convidar a ex-primeira-dama de Pernambuco Renata Campos para integrar a sua equipe de secretários em uma das pastas voltadas para a área social; afilhado político do ex-governador Eduardo Campos teria confidenciado a aliados que espera contar com a participação de Renata no governo; na gestão do marido, Renata chegou a coordenar programa de redução da mortalidade materna e infantil; Câmara já prometeu concluir até o final do mês uma reestruturação do organograma do Estado e anunciar a equipe de secretários até a primeira quinzena de dezembro
Governador eleito Paulo Câmara (PSB) deve convidar a ex-primeira-dama de Pernambuco Renata Campos para integrar a sua equipe de secretários em uma das pastas voltadas para a área social; afilhado político do ex-governador Eduardo Campos teria confidenciado a aliados que espera contar com a participação de Renata no governo; na gestão do marido, Renata chegou a coordenar programa de redução da mortalidade materna e infantil; Câmara já prometeu concluir até o final do mês uma reestruturação do organograma do Estado e anunciar a equipe de secretários até a primeira quinzena de dezembro (Foto: Aquiles Lins)

Pernambuco 247 - O governador eleito Paulo Câmara (PSB) deve convidar a ex-primeira-dama de Pernambuco Renata Campos para integrar a sua equipe de secretários em uma das pastas voltadas para a área social. A informação é da jornalista Sheila Borges, colunista de Política do Jornal do Commercio

Segundo o JC, o afilhado político do ex-governador Eduardo Campos teria confidenciado a aliados que espera contar com a participação de Renata no governo. Durante a gestão Eduardo Campos, a ex-primeira-dama chegou a coordenar o programa Mãe Coruja, do Governo do Estado, que busca reduzir a mortalidade materna e infantil.

A coluna diz ainda que Paulo Câmara deve conversar com Renata sobre o modelo de gestão que quer implantar para dar continuidade ao trabalho de Eduardo. Paulo Câmara já prometeu concluir até o final do mês uma reestruturação do organograma do Estado e anunciar a equipe de secretários até a primeira quinzena de dezembro.

Os filhos mais velhos Renata e Eduardo Campos chegaram a participar da campanha de Paulo Câmara. Segundo a coluna, porém, eles não devem ocupar nenhum cargo no secretariado para poder terminar os estudos. O filho mais velho, João Campos, 20 anos, foi nomeado no dia 28 de outubro como secretário de Organização da Executiva do PSB pernambucano.

Governador eleito com a maior votação do País, Paulo Câmara teve o apoio de 68% do eleitorado pernambucano na eleição, marcada por um forte sentimento de comoção após a morte de Campos. O adversário dele na disputa, o senador Armando Monteiro Neto (PTB), conseguiu apenas 31%, mas foi convidado pela presidente Dilma Rousseff (PT) para ser o novo ministro do Desenvolvimento.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247