Camilo reativa Mesa Estadual de Negociação Permanente com servidores

Na reunião com os coordenadores do Fuaspec, foram abordados a reestruturação das tabelas salariais, a realização de concurso público para as vagas ocupadas por terceirizados e a apresentação do estudo realizado pelo sindicato dos fazendários que aponta o bom desempenho do Estado, mostrando uma situação fiscal equilibrada

Na reunião com os coordenadores do Fuaspec, foram abordados a reestruturação das tabelas salariais, a realização de concurso público para as vagas ocupadas por terceirizados e a apresentação do estudo realizado pelo sindicato dos fazendários que aponta o bom desempenho do Estado, mostrando uma situação fiscal equilibrada
Na reunião com os coordenadores do Fuaspec, foram abordados a reestruturação das tabelas salariais, a realização de concurso público para as vagas ocupadas por terceirizados e a apresentação do estudo realizado pelo sindicato dos fazendários que aponta o bom desempenho do Estado, mostrando uma situação fiscal equilibrada (Foto: Renata Paiva)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Ceará 247 - Em reunião com o Fórum Unificado das Associações e Sindicatos dos Servidores Públicos Estaduais do Ceará (Fuaspec), na noite dessa quarta-feira, 6, o governador Camilo Santana reativou a Mesa Estadual de Negociação Permanente, além de uma comissão para acompanhar e discutir as finanças do Estado.

Na reunião com os coordenadores do Fuaspec, foram abordados a reestruturação das tabelas salariais, a realização de concurso público para as vagas ocupadas por terceirizados e a apresentação do estudo realizado pelo sindicato dos fazendários que aponta o bom desempenho do Estado, mostrando uma situação fiscal equilibrada.

O secretário da Fazenda, Mauro Filho, discordou do levantamento feito pelos fazendários, que demonstrou o resultado da execução orçamentária do Estado do Ceará no exercício financeiro do primeiro bimestre de 2015. Segundo esse documento, o Estado do Ceará apresentou um superavitário de mais R$ 1 bilhão em caixa, com previsão de R$ 6 bilhões até o fim do ano.

Nesse contexto, a coordenadora geral do Fuaspec, Eliene Uchoa, pontuou que o reajuste dos servidores deveria ter sido de 16,7%, que corresponde ao prejuízo de 6,58% da inflação de janeiro a dezembro, mais a soma da diferença do Produto Interno Bruto (PIB) cearense de 2011 a 2014. “Só assim os servidores poderão recuperar as perdas salariais e sem comprometer a gestão fiscal”, comentou Eleine Uchoa.

A presidente da Associação dos Servidores da Secretaria de Educação do Estado do Ceará (Asseec) pediu que a primeira reunião da Mesa de Negociação tivesse como pauta inicial a situação do Grupo Ocupacional de Atividades de Apoio Administrativo e Operacional (ADO) que teve a carga horária ampliada de 30 para 40 horas semanais, mas continua ganhando o mesmo salário. Sendo assim, o primeiro encontro ficou agendado para o próximo dia 19, na Secretaria de Planejamento, às 14h, com pauta definida.

Com Blog do Eliomar

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected].com.br

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247