Capitão do Costa Concordia pode pegar 15 anos de prisão

Comandante do navio que naufragou na ltima sexta-feira, Francesco Schettino acusado de homicdio culposo mltiplo, naufrgio e abandono de navio

Capitão do Costa Concordia pode pegar 15 anos de prisão
Capitão do Costa Concordia pode pegar 15 anos de prisão (Foto: REUTERS TV)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

O capitão Francesco Schettino, que comandava o navio Costa Concordia, que naufragou na sexta-feira passada e deixou pelo menos 11 mortos ao largo da costa da Toscana, negou nesta terça-feira as acusações de que abandonou a embarcação. "O capitão defendeu seu papel na direção do navio após a colisão, o que na visão dele salvou centenas, senão milhares de vidas", disse Bruno Leporatti, advogado de Schettino. "O capitão especificou que ele não abandonou o navio", disse Leporatti à agência France Presse (AFP). Segundo o promotor de Justiça da província de Grosseto, Francesco Verusio, "no momento as acusações contra Schettino são de homicídio culposo (sem a intenção de matar) múltiplo, naufrágio e abandono de navio". O promotor disse à agência Ansa da Itália que Schettino se arrisca a uma pena máxima de 15 anos de prisão.

Verusio disse que com os cinco corpos encontrados nesta terça-feira, o que elevou a 11 o total de mortos no naufrágio, podem existir ainda 23 desaparecidos. Quatro corpos encontrados são de homens e o quinto é de uma mulher na faixa dos 50 a 60 anos. As autópsias dos corpos serão feitas amanhã no Hospital de Orbetello, na província de Siena. Equipes de socorro da Guarda Costeira trabalham com pressa e contra o tempo, porque o clima deverá piorar perto da ilha de Giglio, onde a embarcação está encalhada, na quarta-feira. Ainda existem chances de sobreviventes serem encontrados mas elas são remotas.

O ministro do Meio Ambiente da Itália, Corrado Clini, disse à Ansa que o governo poderá declarar Estado de emergência na costa da Toscana nas próximas horas. O governo teme que 2.000 toneladas de combustível ainda armazenadas nos tanques do navio vazem e provoquem um desastre ambiental no Arquipélago Toscano. As informações são das agências Ansa e Dow Jones.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email