Caravana de Combate à Violência contra a Mulher estará hoje em Quixadá

Será realizada hoje, à tarde, em Quixadá, a Caravana de Combate à Violência contra a Mulher. A iniciativa é das deputadas Augusta Brito (PCdoB), procuradora Especial da Mulher da Assembleia Legislativa e Rachel Marques (PT), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Cidadania. O objetivo é levar conhecimento e debate sobre o tema, com o intuito de construir novas políticas públicas  

Será realizada hoje, à tarde, em Quixadá, a Caravana de Combate à Violência contra a Mulher. A iniciativa é das deputadas Augusta Brito (PCdoB), procuradora Especial da Mulher da Assembleia Legislativa e Rachel Marques (PT), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Cidadania. O objetivo é levar conhecimento e debate sobre o tema, com o intuito de construir novas políticas públicas
 
Será realizada hoje, à tarde, em Quixadá, a Caravana de Combate à Violência contra a Mulher. A iniciativa é das deputadas Augusta Brito (PCdoB), procuradora Especial da Mulher da Assembleia Legislativa e Rachel Marques (PT), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Cidadania. O objetivo é levar conhecimento e debate sobre o tema, com o intuito de construir novas políticas públicas   (Foto: Fatima 247)

Ceará 247 - As deputadas Augusta Brito (PCdoB), procuradora Especial da Mulher da Assembleia Legislativa e Rachel Marques (PT), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Cidadania promovem hoje, em Quixadá, na escola modelo do bairro Campo Novo, às 14h, a Caravana de Combate à Violência contra a Mulher.

A ação vai servir não só para levar conhecimento e debate sobre o tema, mas para ouvir a juventude, com o intuito de construir novas políticas públicas. “A caravana é para sensibilizar, levar informações, mas também escutar. Ao final das visitas, queremos estar com relatórios, tanto nós quanto o Governo do Estado, para propor novas políticas públicas, e aqui na Assembleia Legislativa também, formando novas leis", afirmou a deputada Rachel Marques.

A I Caravana de Combate à Violência contra a Mulher é resultado de parceria entre a Procuradoria Especial da Mulher da Assembleia Legislativa e o Governo do Estado, por meio da Coordenadoria de Políticas para as Mulheres, da Coordenadoria de Políticas para a Juventude e da Secretaria de Educação (Seduc). A proposta das caravanas foi lançada em maio deste ano, durante audiência pública promovida pela Comissão de Direitos Humanos e Cidadania, da Assembleia Legislativa.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247