Carol Proner desmente Janaina Paschoal: “ela teve nota menor que 7 e foi reprovada”

“Sobre Janaina Paschoal e o concurso. Deixando de lado o que podemos sentir por ela, triste figura, o fato de ter sido reprovada no concurso de titularidade da USP – diferente de aprovada em último lugar, pois sua média não chegou a 7,0 – é muito bem feito. Janaina representa o pior direito, o uso enganoso , oportunista, sensacionalista, e é também ícone do impeachment sem lastro constitucional e do jogo espúrio que resultou no Golpe de 2016. Parabéns à USP", diz a professora da UFRJ

“Sobre Janaina Paschoal e o concurso. Deixando de lado o que podemos sentir por ela, triste figura, o fato de ter sido reprovada no concurso de titularidade da USP – diferente de aprovada em último lugar, pois sua média não chegou a 7,0 – é muito bem feito. Janaina representa o pior direito, o uso enganoso , oportunista, sensacionalista, e é também ícone do impeachment sem lastro constitucional e do jogo espúrio que resultou no Golpe de 2016. Parabéns à USP", diz a professora da UFRJ
“Sobre Janaina Paschoal e o concurso. Deixando de lado o que podemos sentir por ela, triste figura, o fato de ter sido reprovada no concurso de titularidade da USP – diferente de aprovada em último lugar, pois sua média não chegou a 7,0 – é muito bem feito. Janaina representa o pior direito, o uso enganoso , oportunista, sensacionalista, e é também ícone do impeachment sem lastro constitucional e do jogo espúrio que resultou no Golpe de 2016. Parabéns à USP", diz a professora da UFRJ (Foto: Leonardo Attuch)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Por Renato Rovai, em seu blog

A professora de Direitos Humanos da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Carol Proner, organizadora de uma coletânea de artigos que analisam a sentença do caso triplex, Comentários a uma sentença anunciada: o caso Lula, publicou em seu perfil de Facebook que ao contrário do que a autora do pedido de impeachment de Dilma, Janaína Paschoal, disse em seu twitter, ela “não ganhou em último o concurso da USP”.

Veja a nota de Carol Proner:

“Sobre Janaina Paschoal e o concurso. Deixando de lado o que podemos sentir por ela, triste figura, o fato de ter sido reprovada no concurso de titularidade da USP – diferente de aprovada em último lugar, pois sua média não chegou a 7,0 – é muito bem feito. Janaina representa o pior direito, o uso enganoso , oportunista, sensacionalista, e é também ícone do impeachment sem lastro constitucional e do jogo espúrio que resultou no Golpe de 2016. Parabéns à USP.”

 

 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247