Carros compartilhados começam a funcionar próxima segunda

Batizado de Vamo (Veículos Alternativos para Mobilidade Urbana), o sistema de carros compartilhados de Fortaleza, apresentado nesta terça-feira (28) pelo prefeito Roberto Cláudio (PDT), começa a funcionar em fase de demonstração na próxima segunda (4). Três veículos 100% elétricos irão percorrer diversas áreas da cidade em uma estação itinerante. A partir de setembro serão 20 veículos

Batizado de Vamo (Veículos Alternativos para Mobilidade Urbana), o sistema de carros compartilhados de Fortaleza, apresentado nesta terça-feira (28) pelo prefeito Roberto Cláudio (PDT), começa a funcionar em fase de demonstração na próxima segunda (4). Três veículos 100% elétricos irão percorrer diversas áreas da cidade em uma estação itinerante. A partir de setembro serão 20 veículos
Batizado de Vamo (Veículos Alternativos para Mobilidade Urbana), o sistema de carros compartilhados de Fortaleza, apresentado nesta terça-feira (28) pelo prefeito Roberto Cláudio (PDT), começa a funcionar em fase de demonstração na próxima segunda (4). Três veículos 100% elétricos irão percorrer diversas áreas da cidade em uma estação itinerante. A partir de setembro serão 20 veículos (Foto: Rodrigo Rocha)

Ceará247 - O prefeito Roberto Cláudio (PDT) apresentou em entrevista coletiva, nesta terça-feira (28), o primeiro sistema público no Brasil de carros elétricos compartilhados, o Vamo (Veículos Alternativos para Mobilidade Urbana), no Auditório do Paço Municipal. O projeto pioneiro será coordenado pela Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP) e contará com 20 carros elétricos, distribuídos em 12 estações.

"Esse sistema vem para inovar e modernizar mais os meios de transporte na cidade. É um ganho coletivo, pois serão menos carros particulares rodando ao mesmo tempo", explicou o Prefeito. Segundo ele, esta será mais uma experiência de mobilidade urbana para Fortaleza. "Nossa ambição é integrar cada vez mais os modais de transporte público: ônibus, bicicletas compartilhadas e, agora, os carros elétricos", finalizou.

Durante o primeiro mês de implantação do projeto-piloto, que se inicia já na próxima segunda-feira (4), a fase de demonstração do sistema, três veículos 100% elétricos irão percorrer diversas áreas da cidade em uma estação itinerante. Nessa fase, os usuários serão apresentados ao projeto, poderão realizar um pré-cadastro e farão test drive dos carros elétricos, cujos modelos serão dois Zhidou EEC L7e-80 e um BYD e6.

A empresa selecionada para patrocinar o sistema na cidade foi a Hapvida Saúde, e a empresa Serttel será a responsável por implantar, operar e dar manutenção nos equipamentos. A diretora de Comunicação e Marketing do Hapvida, Simone Varella, vê nesse projeto vanguardista uma possibilidade de redução do carbono. "Já se tem pesquisas que 61% do carbono das cidades é proveniente dos carros. Nossa intenção é gerar mais saúde e melhorar o convívio urbano", afirmou.

O secretário executivo da SCSP, Luiz Alberto Saboya, explica que o sistema não vem para competir com os táxis, e sim, complementar as alternativas de locomoção dentro da cidade. Segundo ele, serão seis meses de avaliação e coleta de dados do sistema para implantação integral.

Fases de implantação

A implantação completa do sistema ocorrerá em três fases distintas, operando completamente ainda neste ano.

Fase 1: Demonstração

A partir do dia 4 de julho, três veículos 100% elétricos do Vamo irão percorrer diversas áreas da cidade em uma estação itinerante, em potenciais locais de implantação das estações de compartilhamento. O propósito desta fase é ofertar um período de apresentação aos usuários, familiarizando-os ao funcionamento do sistema, podendo realizar pré-cadastro e test drive dos carros elétricos.

Programação da Demonstração (sujeita a alterações):

04 a 08 de julho – Estação Miguel Dias

09 a 12 de julho – Estação Praça das Flores

13 a 16 de julho – Estação Praça do Ferreira

17 a 21 de julho – Estação Bezerra de Menezes

22 a 26 de julho – Estação Parangaba

27 a 31 de julho – Estação Praça de Messejana

Fase 2: Operação Assistida

Nesta fase, que se iniciará a partir do dia 1º de agosto, o Vamo contará com o total de sete carros elétricos, distribuídos em cinco estações já locadas na cidade. O objetivo desta fase é iniciar a operação do sistema dando a necessária atenção aos usuários, dada à complexidade e a magnitude do projeto.

Fase 3: Operação Completa

A partir do dia 1º de setembro, a operação completa do Vamo contará com o total de 20 carros elétricos, sendo 15 Zhidou e cinco BYD, localizados em 12 estações pela cidade. São elas: Igreja de Fátima, Montese, Jóquei Clube, Parangaba, Reitoria da UFC, Avenida Bezerra de Menezes, Avenida da Abolição, Praça Luiza Távora, Avenida Santos Dumont, Avenida Barão de Studart, Cidade 2000 e Avenida Cel. Miguel Dias.

Por se tratar de um projeto-piloto, pioneiro no Brasil, é importante frisar que as alocações das estações passarão por um período de seis meses de monitoramento, no intuito de verificar se há a necessidade de realocação para melhorar o desempenho do sistema.

Área de cobertura

A definição da área de cobertura do Vamo segue os seguintes critérios:

a) preferencialmente, em áreas de considerável densidade populacional e de uso misto do solo, com comércio, residências, lazer, serviços, estudos, cultura, turismo, etc;

b) em áreas com extensão suficiente para ter várias origens e destinos de viagens;

c) preferencialmente em áreas próximas à rede dos diversos sistemas de transporte público existentes, tais como Metrô, VLT e ônibus;

d) sempre que possível, próximas a extensos espaços públicos, a parques e a grandes equipamentos culturais, turísticos, educacionais, que funcionem como polo de atração de viagens

Cadastro no sistema

Para realizar o cadastro online, o usuário deverá apresentar carteira de habilitação (CNH), comprovante de residência e pagar a taxa de adesão. Em plataforma online ou aplicativo, o usuário poderá reservar qualquer veículo disponível em qualquer uma das estações e retirá-lo dentro de 15 minutos, podendo ainda oferecer e solicitar carona. A tarifação de uso será de um valor fixo acrescido de valor adicional por minuto de viagem. O usuário do sistema poderá dirigir pelo tempo que quiser. O site para cadastro é http://www.vamofortaleza.com/.

Tarifas

A taxa de adesão ao sistema vai custar R$ 40,00, que é mensal e revertida em crédito para os usuários. Já a taxa de uso para os 30 minutos iniciais e indivisíveis será no valor de R$ 20,00.

As tarifas para os minutos adicionais têm valores decrescentes para cada período adicional e estão divididas da seguinte forma:

- Entre 30 e 60 minutos adicionais: R$ 0,80 (o minuto)

- Entre 60 e 120 minutos adicionais: R$ 0,60 (o minuto)

- Entre 120 e 240 minutos adicionais: R$ 0,50 (o minuto)

- Após 240 minutos: R$ 0,40 (o minuto)

Fazendo uma simulação simples, o usuário que utilizar o sistema, deverá pagar R$40,00 uma única vez, a cada mês que deseje utilizar, que será revertido em crédito. Este crédito permite que seja, por exemplo, utilizado o sistema duas vezes por até 30 minutos cada.

A partir da segunda vez no mês que utilizar o sistema, o usuário vai desembolsar apenas referente ao tempo de uso. Caso seja até 30 minutos, a tarifa será de R$ 20,00. Dando continuidade, caso utilize o sistema por 45 minutos, o usuário vai desembolsar R$ 32,00. Quando utilizar o sistema por 120 minutos, o valor será de R$ 80,00, chegando a R$ 140,00 no caso de utilizar o sistema por 240 minutos, por exemplo.

Incentivos

- Os usuários cadastrados poderão, via aplicativo, oferecer e solicitar carona, ficando as taxas de uso divididas entre os usuários;

- Os usuários com cadastro ativo no Bilhete Único terão benefícios no sistema;

- Os carros elétricos poderão estacionar nas vagas de Zona Azul gratuitamente.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247