Cartão de crédito é maior causa de endividamento entre os baianos

Dados da Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor revelam que cartão de crédito é o principal meio de pagamento responsável pelas dívidas dos baianos; a pesquisa apontou que 87,2% da população do estado tem dívidas através do uso do cartão; em seguida está o crédito consignado, com 6,6%; cheque especial, com 5,7%; e financiamento de carro com 5,6%; o levantamento apontou ainda aumento de 3,2% do endividamento dos baianos em outubro deste ano em comparação com o mesmo período de 2015, alcançando a taxa de 59,4%

Dados da Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor revelam que cartão de crédito é o principal meio de pagamento responsável pelas dívidas dos baianos; a pesquisa apontou que 87,2% da população do estado tem dívidas através do uso do cartão; em seguida está o crédito consignado, com 6,6%; cheque especial, com 5,7%; e financiamento de carro com 5,6%; o levantamento apontou ainda aumento de 3,2% do endividamento dos baianos em outubro deste ano em comparação com o mesmo período de 2015, alcançando a taxa de 59,4%
Dados da Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor revelam que cartão de crédito é o principal meio de pagamento responsável pelas dívidas dos baianos; a pesquisa apontou que 87,2% da população do estado tem dívidas através do uso do cartão; em seguida está o crédito consignado, com 6,6%; cheque especial, com 5,7%; e financiamento de carro com 5,6%; o levantamento apontou ainda aumento de 3,2% do endividamento dos baianos em outubro deste ano em comparação com o mesmo período de 2015, alcançando a taxa de 59,4% (Foto: Romulo Faro)

Bahia 247 - Dados da Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (PEIC), da Confederação Nacional do Comércio (CNC) e da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado da Bahia (Fecomércio-Ba), revelam que cartão de crédito é o principal meio de pagamento responsável pelas dívidas dos baianos.

A pesquisa apontou que 87,2% da população do estado tem dívidas através do uso do cartão; após está o crédito consignado com 6,6%, o cheque especial com 5,7% e o financiamento de carro com 5,6%. A entidade apontou, ainda, um aumento de 3,2% do endividamento dos baianos em outubro deste ano comparado com o d ano passado, alcançando a taxa de 59,4%.

De acordo com o Correio, o Fecomércio-BA apontou que o aumento do endividamento se dá, principalmente, pelos altos juros que são cobrados pelo crédito, além do aumento no número de desemprego.

O número de pessoas que não possuem condições para pagar suas dívidas e possuem contas atrasadas também aumentou, sendo 9,7% e 29,2%, respectivamente, contra os 2,5% e 8,1% de 2015.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247