Centrais protestam no TO contra reforma, alta de combustíveis e juros

Considerando o governo Michel Temer ilegítimo por ser cria de um golpe parlamentar e bastante envolvido em denúncias de corrupção, as centrais sindicais do Tocantins realizaram uma grande manifestação; o protesto teve como foco principal a rejeição da reforma trabalhista, a política de reajuste de combustíveis praticado pela Petrobras, Reforma da Previdência e os juros do sistema bancário

Considerando o governo Michel Temer ilegítimo por ser cria de um golpe parlamentar e bastante envolvido em denúncias de corrupção, as centrais sindicais do Tocantins realizaram uma grande manifestação; o protesto teve como foco principal a rejeição da reforma trabalhista, a política de reajuste de combustíveis praticado pela Petrobras, Reforma da Previdência e os juros do sistema bancário
Considerando o governo Michel Temer ilegítimo por ser cria de um golpe parlamentar e bastante envolvido em denúncias de corrupção, as centrais sindicais do Tocantins realizaram uma grande manifestação; o protesto teve como foco principal a rejeição da reforma trabalhista, a política de reajuste de combustíveis praticado pela Petrobras, Reforma da Previdência e os juros do sistema bancário (Foto: Voney Malta)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Tocantins 247 – O protesto das centrais sindicais no Tocantins - organizado em conjunto pela Força Sindical, Central Pública, CTB, CUT, Nova Central e UGT, nesta sexta-feira (10) – foi realizado na frente da agência da Caixa, na quadra 104 Sul, Avenida SE-01.

A pauta principal do protesto foi à rejeição da reforma trabalhista, que entra em vigor neste sábado (11). Os sindicalistas também protestaram contra o envolvimento do governo federal em denúncias de corrupção, a política de reajuste de combustíveis praticado pela Petrobras, Reforma da Previdência e os juros abusivos dos bancos.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247