Centrais sindicais promovem atos contra a aprovação do PL 4330

CUT, CTB, MST e vários outros movimentos populares do campo e da cidade promovem hoje "Dia Nacional de Luta em Defesa dos Direitos da Classe Trabalhadora", com manifestações em todo o País contra a aprovação do PL 4330, que legaliza a terceirização de mão de obra das empresas privadas, públicas ou de economia mista. No Ceará foi realizada uma atividade no aeroporto Pinto Martins, às 5 da manhã e à tarde, está prevista uma caminhada no centro de Fortaleza. O PL 4330 deve entrar em votação hoje, na Câmara Federal

CUT, CTB, MST e vários outros movimentos populares do campo e da cidade promovem hoje "Dia Nacional de Luta em Defesa dos Direitos da Classe Trabalhadora", com manifestações em todo o País contra a aprovação do PL 4330, que legaliza a terceirização de mão de obra das empresas privadas, públicas ou de economia mista. No Ceará foi realizada uma atividade no aeroporto Pinto Martins, às 5 da manhã e à tarde, está prevista uma caminhada no centro de Fortaleza. O PL 4330 deve entrar em votação hoje, na Câmara Federal
CUT, CTB, MST e vários outros movimentos populares do campo e da cidade promovem hoje "Dia Nacional de Luta em Defesa dos Direitos da Classe Trabalhadora", com manifestações em todo o País contra a aprovação do PL 4330, que legaliza a terceirização de mão de obra das empresas privadas, públicas ou de economia mista. No Ceará foi realizada uma atividade no aeroporto Pinto Martins, às 5 da manhã e à tarde, está prevista uma caminhada no centro de Fortaleza. O PL 4330 deve entrar em votação hoje, na Câmara Federal (Foto: Fatima 247)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

A Cut Ceará, CTB, MST, UNE, MAB,  CMP e dezenas de outros movimentos populares do campo e da cidade promovem hoje o "Dia Nacional de Luta em Defesa da Classe Trabalhadora", contra a aprovação do PL 4330, que trata da terceirização de qualquer atividade das empresas privadas, públicas ou de economia mista.

Em Fortaleza, pela manhã, às 5 horas, no saguão do aeroporto Pinto Martins, foi realizado um pequeno ato de protesto, aproveitando o horário de saída do primeiro vôo do dia para Brasília, quando embarcam vários deputados e também o em embarque da delegação de trabalhadores que estará hoje na Câmara Federal, reforçando a manifestação nacional.

A principal atividade no Ceará, entretanto, está prevista para a tarde de hoje com uma caminhada, no centro de Fortaleza. A concentração está marcada para as 15 horas, na Praça da Bandeira. O plenário da Câmara Federal prevê para as 14:30 o início da discussão do PL 4330. Um dos pontos mais polêmicos do texto em análise é possibilidade de terceirização em relação a qualquer das atividades das empresas privadas, públicas ou de economia mista. Os sindicatos temem a precarização da relação trabalhista. O texto também não garante a filiação dos terceirizados no sindicato da atividade preponderante da empresa, o que, na visão dos sindicatos, fragilizará a organização dos trabalhadores terceirizados. Quanto às responsabilidades da empresa contratante do serviço terceirizado, um substitutivo prevê que ela somente responderá solidariamente com a contratada se não fiscalizar os pagamentos devidos aos contratados.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247