César Halum diz que PMDB "se acha autossuficiente"

Halum está avançando nas conversações com partidos de oposição e em breve a Terceira Via poderá ganhar a adesão do PRB; "Mas o PMDB já é muito autônomo se acha auto-suficiente. São duas alas cada uma com seus candidatos ao Governo e Senado mostrando então que dão conta de ir sozinho e não precisam dos outros", avaliou o deputado e presidente estadual do PRB

Halum está avançando nas conversações com partidos de oposição e em breve a Terceira Via poderá ganhar a adesão do PRB; "Mas o PMDB já é muito autônomo se acha auto-suficiente. São duas alas cada uma com seus candidatos ao Governo e Senado mostrando então que dão conta de ir sozinho e não precisam dos outros", avaliou o deputado e presidente estadual do PRB
Halum está avançando nas conversações com partidos de oposição e em breve a Terceira Via poderá ganhar a adesão do PRB; "Mas o PMDB já é muito autônomo se acha auto-suficiente. São duas alas cada uma com seus candidatos ao Governo e Senado mostrando então que dão conta de ir sozinho e não precisam dos outros", avaliou o deputado e presidente estadual do PRB (Foto: Aquiles Lins)

Tocantins 247 - O deputado federal e presidente estadual do PRB, César Halum, é um principais articuladores que defendem uma união das oposições ao governo do Estado para as eleições de outubro. O parlamentar encontrou-se nessa quarta-feira, 16, com o pré-candidato a governador da chamada Terceira Via, Roberto Pires (PP), e sinalizou uma possível adesão do PRB ao grupo, que já tem o PP, PT, PcdoB e PSL. 

"Estamos conversando, acho que temos um projeto de unificar a oposição. Não adianta todo mundo ficar dando tiro pra todo lado. Quanto mais dividido estiver mais fácil será para o governo se articular", afirmou o deputuado César Halum ao Conexão Tocantins (leia aqui). 

Halum comentou ainda sobre a postura do PMDB no processo eleitoral já que a legenda sinaliza que poderá lançar uma chapa puro sangue com candidato próprio ao governo e ao Senado. Ele reiterou que respeita o partido que é de tradição no Estado. "Mas o PMDB já é muito autônomo se acha auto-suficiente. São duas alas cada uma com seus candidatos ao Governo e Senado mostrando então que dão conta de ir sozinho e não precisam dos outros", avaliou.

Apesar de estar sendo cotado para ser o candidato a senador de vários partidos da oposição, César Halum parece não acreditar que não chegou ainda o momento de disputar o Senado. "Tenho recebido convite de várias alas mas ainda não é meu projeto. Não deixa de nos deixar contente afinal se estão me convidando é porque enxerga na gente um nome com potencial para a região norte mas por enquanto sou candidato à reeleição", explicou.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247