Chamado para renovar, Nixon desconversa e diz que não 'depende só dele'

"Não depende só de mim. Estou fazendo a minha parte e as coisas serão resolvidas. Não posso falar nada, afirmar nada. As notícias correm rápido e a certeza que tenho é que meu contrato terminar em 31 de dezembro. O que vai acontecer, não posso afirmar. Existem conversas a serem feitas e só vou afirmar quando tiver algo concreto nas mãos", afirmou Nixon

"Não depende só de mim. Estou fazendo a minha parte e as coisas serão resolvidas. Não posso falar nada, afirmar nada. As notícias correm rápido e a certeza que tenho é que meu contrato terminar em 31 de dezembro. O que vai acontecer, não posso afirmar. Existem conversas a serem feitas e só vou afirmar quando tiver algo concreto nas mãos", afirmou Nixon
"Não depende só de mim. Estou fazendo a minha parte e as coisas serão resolvidas. Não posso falar nada, afirmar nada. As notícias correm rápido e a certeza que tenho é que meu contrato terminar em 31 de dezembro. O que vai acontecer, não posso afirmar. Existem conversas a serem feitas e só vou afirmar quando tiver algo concreto nas mãos", afirmou Nixon (Foto: Luis Mauro Queiroz)

Por Danilo Cândido de Oliveira, do  Futnet

O atacante Nixon, do Flamengo, está com seu contrato próximo do fim. Com vínculo até o fim de 2014, o jogador atravessa boa fase no Fla e foi chamado para renovar, mas despistou sobre estender seu contrato com os rubro-negros.

"Não depende só de mim. Estou fazendo a minha parte e as coisas serão resolvidas. Não posso falar nada, afirmar nada. As notícias correm rápido e a certeza que tenho é que meu contrato terminar em 31 de dezembro. O que vai acontecer, não posso afirmar. Existem conversas a serem feitas e só vou afirmar quando tiver algo concreto nas mãos", afirmou Nixon.

Aos 22 anos, o atacante vem de boas atuações recentes e as ofertas de renovação não agradaram o jogador até agora. Os salários do jogador são de R$ 20 mil atualmente e a renovação não apresentou aumento considerável.

Ele diz que a volta da boa fase faz parte do trabalho. Agradecendo a Deus, o jogador contou como atravessou os últimos meses.

"Fiquei bem tranquilo. Acima de tudo, creio que Deus prepara as coisas para o momento certo. Eu sabia que tinha que fazer mais, isso era nítido. Quando colocamos o nosso melhor, mais para frente acontece alguma coisa. Chegou o meio do ano e fiquei pensativo no que poderia acontecer, mas acreditava que poderia exercer meu talento e as coisas iam acontecer. Graças a Deus, foi assim. Estou desfrutando do meu momento. A fase é boa", concluiu Nixon.
 

comentários
 
 
 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247