Cidade da Copa poderá ter Campus da Universidade de Pernambuco

Estudos de viabilidade técnica, jurídica e econômica para a implantação, manutenção e operação da unidade estão sendo feitos pela Odebrecht, responsável pela Arena; até setembro o Governo decidirá pela construção ou não da estrutura

Cidade da Copa poderá ter Campus da Universidade de Pernambuco
Cidade da Copa poderá ter Campus da Universidade de Pernambuco (Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Raphael Coutinho _PE247 – A Universidade de Pernambuco (UPE) poderá ganhar mais um Campus, nos próximos meses, dentro da Região Metropolitana do Recife (RMR). E o local onde está sendo analisada a possibilidade é o município de São Lourenço da Mata, mais precisamente na Cidade da Copa, área onde está sendo erguida a Arena Pernambuco.  Até setembro, o Governo do Estado vai receber da construtora Odebrecht – responsável pelo empreendimento - os estudos de viabilidade técnica, jurídica e econômica para a implantação, manutenção e operação do campus.

Para o próprio Governo, com base nos projetos que devem ser implantados na Cidade da Copa, Pernambuco deverá ter o maior legado do Mundial da Fifa no Brasil em 2014. “Diante das outras sedes da Copa 2014, Pernambuco foi a que procurou oferecer muito mais do que apenas um estádio. A implantação da Cidade da Copa, tendo um campus universitário como âncora, fortalece o projeto de desenvolvimento da Região Metropolitana Oeste”, lembrou o secretário de relações institucionais da SECOPA-PE, Gilberto Pimentel.

Já o reitor da UPE, Carlos Calado, avalia o projeto como uma grande oportunidade para o crescimento da universidade. “Nós sempre estivemos com as nossas unidades isoladas, pois faltava a possibilidade de investimentos para a UPE dar esse salto de qualidade, unificando o seu espaço físico para que os estudantes se sintam parte de uma universidade, e não apenas de uma faculdade. Então, ir para a Cidade da Copa significa um recomeço para a UPE, um renascimento para nós”, ressaltou.

Caso seja viável e aprovada a construção do projeto, até o final do ano o Governo deverá abrir o processo licitatório. “Estamos fazendo estudos para apresentar ao Governo de Pernambuco, que decidirá se o projeto UPE na Copa será realizado ou não. Mas, se sair do papel, a UPE estará dentro dos padrões internacionais das universidades mais conceituadas do mundo”, enfatizou o diretor-presidente do consórcio Arena Pernambuco, Marcos Lessa. Em janeiro de 2013, está previsto o início da Parceria Público-Privada (PPP). Já a conclusão da primeira fase do projeto deve ocorrer em junho de 2014, um mês antes do início da Copa.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247