Ciro esculacha e diz que Petrobras é "caixa preta"

O ex-ministro Ciro Gomes (PSB-CE) subiu o tom contra a Petrobras ao criticar os atrasos do início das obras de construção da Refinaria Premium II, no Estado do Ceará. Ciro disse sentir “cheiro de enrolação” e que a estatal é uma “caixa preta”; "A Petrobras é uma caixa preta. Eu estou sentindo o cheiro da enrolação nessa história. Nós temos que lutar, porque se depender da Petrobras a Refinaria não virá para o Ceará", disse

Ciro esculacha e diz que Petrobras é "caixa preta"
Ciro esculacha e diz que Petrobras é "caixa preta"

PE247 – O ex-ministro Ciro Gomes (PSB-CE) subiu o tom contra a Petrobras ao criticar os atrasos do início das obras de construção da Refinaria Premium II, no Estado do Ceará. Ciro disse sentir “cheiro de enrolação” e que a estatal é uma “caixa preta”. A saraivada verbal de Ciro Gomes foi proferida durante um encontro promovido pela Assembleia Legislativa do Ceará, em Camocim, no litoral Oeste do Estado, com o objetivo de mobilizar a sociedade em torno do projeto.

A briga pela implantação da refinaria é antiga. O empreendimento foi prometido ao Ceará ainda no governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e reiterado pela sua sucessora, a presidente Dilma Rousseff (PT). Apesar disto, a obra ainda não foi iniciada. "A Petrobras é uma caixa preta. Eu estou sentindo o cheiro da enrolação nessa história. Nós temos que lutar, porque se depender da Petrobras a Refinaria não virá para o Ceará", afirmou o ex-ministro.

"Há uma promessa repetida, faz parte do acordo que deu ao Lula e à Dilma 80% da boa vontade do povo cearense. Nós confiamos que essa palavra empenhada e repetida será cumprida. Mas temos que lutar, porque se depender da Petrobras ela acaba nos enrolando de novo”, complementou.

O governador Cid Gomes e o vice Domingos Filho encontram-se em missões empresariais no exterior, onde tentam adquirir equipamentos destinados a ampliar o sistema de Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) em Fortaleza. Cid pretendia, ainda, estender sua viagem à Coréia do Sul para encontrar os diretores da GS Energy, que assinou um protocolo de intenções para desenvolver os estudos da refinaria de forma conjunta com a Petrobras.

O governador teria desistido da viagem por ter sido convocado pela presidente Dilma para uma reunião em Brasília e será representado no encontro com os coreanos pelo presidente do Conselho Estadual de Desenvolvimento Econômico (Cede), Alexandre Pereira.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247