Ciro Gomes se diz decepcionado com Aécio

Na sua visão, o senador mineiro forçou a mão ao romper a aliança com o PT, na sucessão em Belo Horizonte; para o ex-presidenciável, antagonismo entre tucanos e petistas faz com que a escória não saia do poder no Brasil  

Ciro Gomes se diz decepcionado com Aécio
Ciro Gomes se diz decepcionado com Aécio (Foto: Edição/247)

247 – Com a língua sempre afiada, o ex-presidenciável Ciro Gomes concedeu importante entrevista à Agência Estado (leia mais aqui). Disse que na eleição municipal de 2008, Aécio Neves fez um “gesto generoso” ao romper a polarização estéril entre PT e PSDB, imposta por São Paulo. O resultado foi a eleição de Marcio Lacerda, eleito pelo PSB, o mesmo partido de Ciro, que hoje é o prefeito melhor avaliado nas capitais, segundo pesquisa recente do Instituto Datafolha.

Segundo Ciro, no entanto, Aécio forçou a mão ao romper a aliança com o PT, em Belo Horizonte. E isso prejudica seu projeto presidencial, em 2014.

Surpreendentemente, Ciro propôs também um diálogo maior entre PT e PSDB. “Esta confrontação estéril, despolitizada, entre o PT e o PSDB de São Paulo tem provocado muita coisa ruim no Brasil. Quando Fernando Henrique Cardoso tomou posse, ele era claramente uma novidade importante para o País. O PT se recusa a apoiar o Fernando Henrique e ele se abraça com o PFL e o PMDB. Não propriamente com os partidos, mas com a escória desses partidos. Em seguida o Lula ganha a Presidência da República. O PSDB então, incrivelmente, se recusa a dialogar com Lula. E Lula se obriga a confraternizar, de novo, com a escória da política brasileira. De maneira que o que muda do PSDB para o PT é só a escória que não sai do poder no Brasil.”

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247