Ciro muda de opinião e defende candidato do PSB

O ex-governador do Ceará, Ciro Gomes (PSB), voltou a defender uma candidatura própria do seu partido à Presidência da República em 2014, cujo pré-candidato é o governador de Pernambuco, Eduardo Campos; “Se nós queremos apresentar uma candidatura própria, e eu gostaria que nós apresentássemos, temos que sair do governo, dizer por que saímos e oferecer ao povo brasileiro um embrião de projeto para o País, para que se justifique”

Ciro muda de opinião e defende candidato do PSB
Ciro muda de opinião e defende candidato do PSB
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

PE247 – O ex-governador do Ceará, Ciro Gomes (PSB), voltou a defender uma candidatura própria do seu partido à Presidência da República em 2014, cujo pré-candidato é o governador de Pernambuco, Eduardo Campos. “Se nós queremos apresentar uma candidatura própria, e eu gostaria que nós apresentássemos, temos que sair do governo, dizer por que saímos e oferecer ao povo brasileiro um embrião de projeto para o País, para que se justifique”, declarou.

O pessebista, que assim como o seu irmão, o governador do Ceará, Cid Gomes, vinha defendendo o projeto de reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT), agora parece ter mudado de ideia e acha que o PSB deve deixar a base aliada o mais rapidamente possível e não na véspera das eleições 2014. ”Se a gente deixar pra largar esse osso só na véspera da eleição, se isso acontecer, eu acho que nós teremos cometido um grave erro”, disse.

''Se nós queremos apresentar uma candidatura própria, e eu gostaria que nós apresentássemos, nós teríamos que sair do governo, dizer porquê saímos do governo e oferecer ao povo brasileiro o embrião de um projeto para o país”, afirmou no último dia 8 em entrevista à TV Diário, do grupo cearense Verdes Mares. As declarações forma reproduzidas na última sexta-feira (15) pelo blog de Roberto Moreira, diretor da TV. Ciro também mostrou-se descontente com o tratamento recebido pelo partido. “Não acho que seja razoável que o PSB fique ali, catando migalhas, no banquete onde estão o PMDB e o PT”, disse.

Ciro afirmou, em fevereiro, que Eduardo Campos não tinha preparo para ser presidente por falta de proposta, “visão de país” e “estrada”. Até porque Ciro queria ser candidato a presidente em 2010, mas teve o seu projeto barrado, já que o PSB preferiu apoiar o PT. O socialista chegou a dizer, também, que seria viável formar uma chapa com Dilma e Cid Gomes na vice.

Já o governador pernambucano foi cauteloso ao comentar a mudança de postura do seu correligionário: “Ele entendeu que o PSB deveria ter candidato em outras eleições. Esse debate o PSB vai fazer com muita tranquilidade, no tempo certo. Não há, da nossa parte, nenhuma ansiedade para fazer esse debate. O importante é que a gente respeite a opinião das pessoas que pensam como a gente, mas também saiba respeitar as opiniões daqueles que não pensam como a gente”, observou.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email