Ciro nega chapa com Haddad: ‘é preciso respeitar o tempo do PT’

"Não é possível falar numa chapa no momento em que nós estamos vivendo", disse o pré-candidato do PDT à presidência, em referência à prisão de Lula; "Não pode se estar, do ponto de vista da relação com o PT, deixando de compreender ou querendo extrapolar ou pressionar. É preciso respeitar o tempo do PT", declarou

"Não é possível falar numa chapa no momento em que nós estamos vivendo", disse o pré-candidato do PDT à presidência, em referência à prisão de Lula; "Não pode se estar, do ponto de vista da relação com o PT, deixando de compreender ou querendo extrapolar ou pressionar. É preciso respeitar o tempo do PT", declarou
"Não é possível falar numa chapa no momento em que nós estamos vivendo", disse o pré-candidato do PDT à presidência, em referência à prisão de Lula; "Não pode se estar, do ponto de vista da relação com o PT, deixando de compreender ou querendo extrapolar ou pressionar. É preciso respeitar o tempo do PT", declarou (Foto: Gisele Federicce)

247 - O presidenciável Ciro Gomes (PDT) negou nesta terça-feira 24 que esteja articulando formar uma chapa com o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad, do PT. "Não é possível falar numa chapa no momento em que nós estamos vivendo", declarou, segundo reportagem do Estado de S.Paulo.

"Não pode se estar, do ponto de vista da relação com o PT, deixando de compreender ou querendo extrapolar ou pressionar. É preciso respeitar o tempo do PT", acrescentou, antes de dar uma palestra em São Paulo, na Uninove.

Mais cedo, Haddad também negou reportagem da Folha, do jornalista Mario Sergio Conti, de que ele e Ciro teriam falado sobre criar uma frente de centro-esquerda. "Simplesmente não é verdade que eu e Ciro discutimos candidaturas ou formação de frente. Como a própria matéria revela, atualizamos a discussão iniciada em janeiro sobre a situação política do país", postou Haddad.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247