CLS, IBM e bancos testam loja de aplicativos baseados em blockchain

A CLS e a IBM esperam que a LedgerConnect possa ajudar a acelerar a adoção, tornando o software baseado em blockchain para empresas financeiras mais prontamente disponível.

CLS, IBM e bancos testam loja de aplicativos baseados em blockchain
CLS, IBM e bancos testam loja de aplicativos baseados em blockchain
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

(Reuters) - A provedora de liquidação de operações de câmbio CLS, a IBM e nove instituições financeiras, incluindo os bancos Barclays e Citigroup, estão testando uma plataforma para acessar aplicativos baseados em blockchain, disseram as empresas nesta segunda-feira.

A plataforma LedgerConnect oferecerá aplicativos e serviços de diferentes fornecedores em áreas como verificação de conformidade do cliente, triagem de sanções e gerenciamento de garantias, disseram as empresas.

A LedgerConnect - baseada num modelo semelhante ao das lojas de aplicativos de consumo - tem como objetivo facilitar e baratear para as empresas financeiras o uso de software baseado em blockchain.

O blockchain, o sistema que sustenta a criptomoeda bitcoin, é um livro compartilhado de transações que é mantido por uma rede de computadores e não por uma autoridade centralizada. Bancos e outras instituições financeiras têm investido milhões de dólares no desenvolvimento de tecnologias que, possam ajudá-los a simplificar alguns de seus processos e cortar custos.

Enquanto muitos aplicativos baseados em blockchain estão sendo testados por bancos, poucos entraram em produção.

A CLS e a IBM esperam que a LedgerConnect possa ajudar a acelerar a adoção, tornando o software baseado em blockchain para empresas financeiras mais prontamente disponível.

Construir e testar cada aplicação individualmente pelos bancos seria muito caro e demorado, disseram as empresas.

Uma plataforma compartilhada administrada por um provedor de estrutura de mercado existente também pode ajudar a garantir que os aplicativos de diferentes fornecedores sejam verificados para atender aos padrões técnicos e de segurança exigidos pelas empresas financeiras, disse Alan Marquard, diretor de estratégia e desenvolvimento da CLS, em entrevista.

O CLS liquida mais de 5 trilhões de dólares de ordens de pagamento por dia para seus membros, que incluem muitas das maiores instituições financeiras do mundo, como Barclays e Citi.

Após a plataforma ser testada e desde que haja demanda suficiente no mercado, a CLS e a IBM esperam torná-la amplamente disponível para o setor.

Por Anna Irrera

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247