COI e Intel anunciam parceria que promete revolucionar os próximos Jogos Olímpicos

A nova parceria visa desenvolver plataformas inovadoras para se assistir os Jogos Olímpicos. O acordo traz para mais perto dos espectadores a oportunidade de presenciar as Olimpíadas através de tecnologias avançadas, como a realidade virtual. 

O Comitê Olímpico Internacional (COI) e a multinacional Intel anunciaram uma parceria de longo prazo nesta quarta-feira, 21, que tornará a produtora de chips a mais recente empresa de tecnologia a patrocinar os Jogos Olímpicos. 

O acordo, que dura até os Jogos de 2024, faz parte de uma estratégia maior da empresa de penetrar as tecnologias emergentes e de achar consumidores para novos serviços, de acordo com o portal TechCrunch. O novo acordo visa desenvolver aplicativos e plataformas de realidade virtual e inteligência artificial, conteúdo 3D e em 360, drones e serviços 5G para trazer a experiência esportiva para mais perto dos fãs. 

"A visão da Intel é a de que construir um mundo melhor é o nosso negócio. Nossa visão é construir um mundo melhor através do esporte", declarou o presidente do COI Thomas Bach. "Juntar essas duas visões nos permitirá progredir através dos Jogos, assim como promoverá os valores que compartilhamos. Os Jogos Olímpicos representam a excelência no esporte mas também servem para conectar pessoas e dividir essa experiência comum de sentir o espírito Olímpico."

"Na era digital que vivemos hoje, as pessoas fazem parte dessa experiência de uma maneira diferente. Há algumas décadas atrás só se podia fazer parte dos Jogos estando no estádio. Agora com a era digital e a tecnologia avançada da Intel, atletas, espectadores e todos podem dividir essa experiência de uma maneira diferente e inovadora. Essa é a visão da agenda Olímpica para 2020."   

Os negócios da Intel passaram por grandes mudanças nos últimos anos. Em março, a gigante adquiriu a empresa de tecnologia para veículos Mobileye por $15 bilhões, com o objetivo de expandir seu alcance além de microprocessadores, que enfrentou um enfraquecimento no mercado de computadores pessoais.

A primeira aplicação da iniciativa será nos Jogos Olímpicos de Inverno em Pyeongchang 2018, na Coréia do Sul, em fevereiro de 2018, onde a Intel providenciará visualização ao vivo em realidade virtual dos Jogos de Inverno.  

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247