Colombianos querem conhecer o Pacto pela Vida

Comissão formada por autoridades do país vizinho aporta no Recife para observar detalhes do principal programa de segurança pública do Estado, que contribuiu para uma redução acima dos 40% da taxa de homicídios na capital pernambucana

Colombianos querem conhecer o Pacto pela Vida
Colombianos querem conhecer o Pacto pela Vida (Foto: Divulgação)

Leonardo Lucena _PE247 - Uma comissão formada por cinco autoridades da Província de Antioquia, na Colômbia, veio ao Recife para conhecer de perto os detalhes do programa Pacto Pela Vida (PPV), principal projeto da segurança pública do Estado. A comitiva participa nesta quinta (26/7), às 14h, de uma reunião de monitoramento do Plano Estadual de Segurança, onde serão apresentadas as ações implementadas, nos últimos cinco anos, para a conquista de uma redução na taxa de homicídios acima dos 40% na capital pernambucana.

A queda na violência registrada no Recife supera, levando em consideração o mesmo período tempo de execução de um programa específico de combate ao problema, projetos modelo de segurança pública, como o Tolerância Zero, de Nova Iorque (EUA), o Segurança Cidadã, de Bogotá (Colômbia).

Antes da implantação do PPV, Pernambuco liderava o ranking nacional de violência com uma taxa de 54 homicídios para cada 100 mil habitantes. Em 2010, passou para a quarta posição, com taxa de 38,8 assassinatos para cada 100 mil habitantes, atrás dos Estados de Alagoas (66,8), Espírito Santo (50,1) e Pará (45,9).

Em relação à última pesquisa divulgada sobre o tema, “O Mapa da Violência”, realizada pela Faculdade Latino-americana de Ciências Sociais, o número de homicídios entre jovens de 0 a 19 anos no Estado passou de 22,3 para cada 100 mil habitantes, em 2000, para 19,3 em 2010, uma redução de 13,3 %.

Essa resultado colaborou para deixar Pernambuco como o único Estado do Nordeste a apresentar redução da violência e ficou em quarto lugar entre os que mais reduziram os assassinatos entre jovens desta faixa etária, atrás de São Paulo, Roraima e Rio de Janeiro.

Membros da Comissão

Felipe Barrera - Secretário de Educação, economista e tem estudos em educação pelo BID, empresariado e governo na Espanha;

Mauricio Correa – Secretário de Infraestrutura. Arquiteto urbanista, especializado em gestão empresarial para arquitetura;

Tomás Mejía – Secretário de Produtividade e Competitividade. Engenheiro administrativo, especializado em análise econômica na França;

Juan López – Diretor Executivo da Agência para a Cooperação e Investimento de Medellín;

Ana Santiago – Economista na Divisão de Educação do BID

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247