CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Geral

Com dragagem, Capibaribe vira meio de transporte

Alternativa prevê melhorar a mobilidade urbana no Recife; projeto consiste em remover lixo, entulhos e uma pequena parte da vegetação local do rio; ação está orçada em R$ 101 milhões e processo deve durar 18 meses; 13 embarcações serão responsáveis pelo transporte de passageiros e passarão por diversos bairros da capital pernambucana

Com dragagem, Capibaribe vira meio de transporte
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Leonardo Lucena _PE247 – Começa nesta quinta-feira 17 a dragagem do Rio Capibaribe, uma alternativa para permitir a navegabilidade fluvial e melhorar a mobilidade urbana no Recife. A dragagem, que está orçada em R$ 101 milhões, será realizada pelo Consórcio ETC & Brasília Guaíba, que venceu a licitação de nº 009/2012, de 8 de novembro de 2012. O projeto consiste em remover lixo, entulhos e uma pequena parte da vegetação local, devendo ser concluído em 18 meses. Cerca de 335 mil pessoas serão beneficiadas por mês, com 156 viagens por dia, ao longo de 17 quilômetros do rio.

Serão duas rotas: uma Oeste, que terá 11 quilômetros e vai da BR-101 aos bairros da região central do Recife, e outra, Norte, com 2,9 km, partindo do centro da capital pernambucana até o limite com o município de Olinda. Cada barco terá capacidade para transportar 86 pessoas, com uma velocidade média de 18 km/h. Serão 13 embarcações que responsáveis pelo transporte de passageiros.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

A dragagem do rio tem início nas proximidades da BR-101 e vai passar pelos bairros de Casa Forte, Poço da Panela, Torre, Derby, Boa Vista, Santo Antônio, São José e Shopping Tacaruna, que fica na fronteira entre Recife e Olinda. Nessas localidades, também serão construídas sete estações de embarque e desembarque (duas no Eixo Norte e cinco no Oeste), todas climatizadas, contando, ainda, com banheiros, lojas de comércio e locais para abrigar carros e bicicletários.

A primeira fase da obra consiste na retirada de materiais como metais pesados e esgoto. Depois, serão transportados para um aterro sanitário. Na segunda etapa, por meio de uma escavadeira, serão removidos os materiais não contaminados e, posteriormente, serão levados para o mar, a uma distância de 11 quilômetros da praia.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Melhor locomoção na cidade

O projeto de navegabilidade se soma a vários outros do governo estadual com o objetivo de facilitar a locomoção no Grande Recife. Por meio do Programa de Mobilidade (Promob), a Região Metropolitana (RMR) será beneficiada com os corredores Norte-Sul (43 km e 31 estações) e Leste-Oeste (12,3 km e 22 estações), construção dos Terminais Integrados de Joana Bezerra, região central do Recife, de Abreu e Lima, na RMR.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Outra medida é a construção do Terminal de Metrô Cosme e Damião, que será na divisa de Recife com São Lourenço da Mata, este último no Oeste da Região Metropolitana (RMR). O terminal faz parte do Ramal de Acesso à Cidade da Copa, que terá 6,3 km e ligará a avenida Belmiro Correia, perto da Estação de Metrô de Camaragibe (Oeste da RMR), até a Cidade da Copa, em São Lourenço da Mata, e a BR-408, que será duplicada.

Além disso, será restaurada a rodovia PE-15 e construída uma passarela de 460 metros, ligando o Aeroporto Internacional dos Guararapes – Gilberto Freyre até o Terminal Integrado do Aeroporto. Visando estimular o deslocamento por meio de bicicletas, o governo lançou, também, em agosto do ano passado, o Plano Diretor Cicloviário, cujo investimento é de R$ 70 milhões. O objetivo é implantar bicicletários nos 25 terminais integrados da RMR e nas sete estações de embarque e desembarque do Rio Capibaribe, nas 154 academias do Grande Recife e em edifícios públicos, além da implantação de 100 km de ciclovia ao longo dos corredores Norte-Sul, Leste-Oeste, BR-101, II Perimetral/Via Metropolitana Norte e Ramal da Cidade da Copa. As intervenções deverão ser finalizadas em dezembro de 2014.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Ainda faz parte do plano a criação do selo Empresa Amiga da Bicicleta, com a finalidade de estimular os empresários a incentivarem seus funcionários a andarem de bicicleta. Para tanto, eles terão que encaminhar uma solicitação à Secretaria Estadual das Cidades, que ficará responsável por enviar equipes às empresas e verificar se as companhias implantaram os bicicletários e os vestiários, bem como os seus estados de conservação.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247,apoie por Pix,inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Carregando os comentários...
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO