Com R$ 800 mi investidos, CBVP opera em agosto

A Companhia Brasileira de Vidros Planos (CBVP), localizado no município de Goiana, Zona da Mata Norte do Estado, iniciará a sua operação em agosto deste ano; com investimentos girando em torno de R$ 800 milhões, a fábrica terá capacidade para produzir 900 toneladas de vidro por dia em uma área de 90 mil metros quadrados e vai gerar 340 empregos diretos

Com R$ 800 mi investidos, CBVP opera em agosto
Com R$ 800 mi investidos, CBVP opera em agosto
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

PE247 – A Companhia Brasileira de Vidros Planos (CBVP), localizado no município de Goiana, Zona da Mata Norte do Estado, iniciará a sua operação em agosto deste ano. Com investimentos girando em torno de R$ 800 milhões, a fábrica terá capacidade para produzir 900 toneladas de vidro por dia em uma área de 90 mil metros quadrados e vai gerar 340 empregos diretos. Atualmente, mais de 1,5 mil pessoas trabalham na implantação da unidade. Mais da metade da mão de obra está contratada, conforme o diretor comercial da CBVP, Henrique Lisboa. Depois que entrar em operação, a fábrica atenderá uma cadeia produtiva com cerca de 250 mil pessoas, entre beneficiadores e vidraceiros.

Diversas etapas da obra, como a cobertura dos edifícios de forno, da estenderia, do armazém e do banho de estanho, além da torre d’água, pisos do mezanino e de trabalho, além do túnel de ventilação, já foram concluídas. Está em andamento a construção da cobertura do edifício das linhas de espelhos e laminados, linha de corte, sistema de transporte da composição, forno de recolhimento LEHR, isolamento refratário do banho de estanho, forno de fusão, retorno de caco, sistemas de utilidades e regeneradores.

Enquanto a fábrica não entra em operação, os 230 clientes atuais estão sendo atendidos por meio de importação, que chega pelos portos de Suape, em Ipojuca, Grande Recife, e de Santos, em São Paulo. As cargas provêm, sobretudo, dos Estados Unidos, da Itália e do Oriente Médio. Os principais clientes são as indústrias civil e moveleira.

Segundo informações do site da CBVP, a fábrica produzirá vidro com uma tecnologia inédita no Brasil, chamada de Low Energy Melter (L.E.M). O objetivo é reduzir a emissão de gases do efeito estufa e reduzir o consumo de energia. Para isso, a indústria terá como parceiro o grupo francês Fives Stein.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247