Combate a estiagem conta com R$ 668 milhões

Recursos serão encaminhados aos municípios atingidos pela seca ou fortes chuvas durante o ano; Medida Provisória, entretanto, foi criticada por oposicionistas, que reclamaram da demora no repasse da verba

Combate a estiagem conta com R$ 668 milhões
Combate a estiagem conta com R$ 668 milhões (Foto: Gelpi/Shutterstock)

Raphael Coutinho _PE247

– A Câmara Federal aprovou a Medida Provisória número 569/12, que concede crédito extraordinário de R$ 688 milhões para atender às populações de municípios do Nordeste atingidos pela seca e de outras regiões que sofreram com chuvas intensas. Em Pernambuco, vários municípios sofreram com a estiagem que atinge o Estado desde o início do ano. O texto agora vai para votação no Senado.

O Ministério da Integração Nacional ficará responsável por liberar R$ 400 milhões do total e deverá aplicar estes recursos em ações diretas de ajuda às vítimas, como aquisição de alimentos, agasalhos e abrigos emergenciais e distribuição de água em carros-pipa.

Durante a votação, deputados da oposição criticaram o ritmo de liberação do valor. Segundo eles, o dinheiro foi liberado em maio, mas, até agora, apenas 25% desse total teria sido gasto. "Não adianta editar MP se esse dinheiro não chega. São cerca de 900 municípios que precisam da ajuda desse crédito", criticou o deputado Felipe Maia (DEM-RN). "Não houve investimento", reclamou o deputado Vanderlei Macris (PSDB-SP).

Por outro lado, o vice-líder do PT, o deputado Bohn Gass (RS) defendeu Medida Provisória, informando que o governo vai disponibilizar esse dinheiro para que o Nordeste possa avançar.

 

Com informações da Agência Câmara

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247